domingo, 30 de maio de 2010

Paul McCartney Ao Vivo no México 2010 na 2ª noite


Paul fez no dia 28 de maio,seu último show no México mudando um pouco algumas músicas com relação ao show do dia anterior dia 27.Esse show foi transmitido apenas para o México e na praça da Cidade do México,colocaram um telão para as pessoas assistirem,um presente de Paul para os mexicanos.Esse foi o setlist:
1. Venus And Mars / Rock Show
2. Jet
3. All My Loving
4. Letting Go
5. Drive My Car
6. Highway
7. Let Me Roll It / Foxy Lady
8. The Long And Winding Road
9. Nineteen Hundred And Eighty Five
10. Let 'Em In
11. My Love
12. Shine A Light In Mexico (versão estendida)
13. I've Just Seen A Face
14. And I Love Her
15. Blackbird
16. Here Today
17. Dance Tonight
18. Mrs. Vandebilt
19. Eleanor Rigby
20. Something
21. Sing The Changes
22. Band On The Run
23. Ob-La-Di, Ob-La-Da
24. Back In The USSR
25. I've Got A Feeling
26. Paperback Writer
27. A Day In The Life / Give Peace A Chance
28. Let It Be
29. Live And Let Die
30. Hey Jude
Primeiro intervalo
31.Day Tripper
32.Lady Madonna
33.Get Back
Segundo intervalo
34.Yesterday
35.Helter Skelter
36.Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band Reprise / The End

fonte:http://www.maccareport.com/

Soundcheck no México no dia 27

Paul McCartney, durante a sua passagem de som no dia 27 de Maio,tocou por mais de uma hora na frente de quase 200 pessoas. Ele tocou Ram On e Ebony and Ivory.
Setlist do soundcheck:
1. Honey Hush
2. Honey Don't
3 "In Mexico" (improvisação)
4. All My Loving
5. Ebony and Ivory
6. Day Tripper
7. Let 'em In
8. (I Want to) Come Home
9. Lady Madonna
11. San Francisco Bay Blues
12. I'm Looking Through You
13. Michelle
14. Blackbird (versão curta)
15. Yesterday
16. Dance Tonight (versão curta)
17. Ram On (McCartney no Ukulele)
18. Something
19. I Saw Her Standing There

Apple fala que o filme Let it be pode sair em DVD

Se você não pegar o especial da BBC Radio “40 º aniversário sobre o “Let It Be” antes de ficar offline nos próximos dias, você vai perder um raio de esperança possível para qualquer pessoa que pretenda ver o filme a ser re-lançado ou, finalmente, sair em DVD.
No final da transmissão de uma hora,o apresentador Guy Garvey disse "The word is from Apple is that work has begun on the restoration of the film with a future re-release at a future date still to be determined. (A palavra da Apple é que começou o trabalho de restauração do filme, com um futuro re-lançamento em uma data futura, ainda a ser determinada.)"
E atravês do site Abbeyrd Page Beatles a partir de um porta-voz da Apple em 2008 disse "Nós temos planos de lançá-lo em algum momento no futuro", foi-nos dito na época. Naturalmente,que por enquanto são comentários,mas é um reconhecimento de que a Apple começou finalmente o trabalho sobre o filme é realmente um sinal positivo.

Especial da BBC RADIO pelos 40 anos do Let it be,você escuta aqui
ficará disponivel no site até dia 01 de junho.


Colaboração:Eric Bourgouin correspondente do Canadá

Paul McCartney cativa os mexicanos

para ver este y más videos haz clic aquí

Após oito anos de ausência, o ex-Beatle Paul McCartney visitou o Distrito Federal e encheu o Foro Sol, em sua primeira aparição. Em um show de mais de duas horas, cativou a platéia com canções de sua carreira solo e alguns clássicos do Fab Four.

fonte:http://www.hechos.tv/arte-y-cultura/cautiva-paul-mccartney-a-los-mexicanos/v/22400

sábado, 29 de maio de 2010

Paul McCartney Ao Vivo no México 2010 na 1ª noite


Paul McCartney iniciou a 2ª etapa da UP AND COMING TOUR no México na 1ª noite,dia 27 de maio no Estádio Foro Sol e entre as músicas,Paul conversou com a platéia em espanhol.Esse foi o setlist:
1. Venus & Mars / Rockshow / Jet.
2. All My Loving.
3. Letting Go.
4. Got to get you into my life.
5. Highway
6. Let me Roll It.
7. The long and Winding Road
8. Nineteen Hundred and Eighty Five
9. Let’em In
10. My Love
11. Improvisação “Shine a Light In Mexico”
12. I’m Looking Through You
13. Two of Us
14. Blackbird
15. Here Today
16. Dance Tonight
17. Mrs. Vanderbilt
18. Eleanor Rigby
19. Something
20. Sing the Changes
21. Band on the Run
22. Obladi Oblada
23. Back in USSR
24. I’ve got a Feeling
25. Paperback Writer
26. A day in the Life/Give Peace a Chance
27. Let it Be
28. Live and Let Die
29. Hey Jude
30. Day Tripper
31. Lady Madonna
32. Get Back
33. Yesterday
34. Helter Skelter
35. Sergeant Pepper’s Reprise / The End.

fonte:http://www.examiner.com/x-34954-Paul-McCartney-Examiner~y2010m5d28-Paul-McCartney-news-Complete-setlist-with-pictures-from-Thursdays-Mexico-City-show

Soundcheck no México no dia 26

Depois de sair do hotel,Paul foi testar o som um dia antes do primeiro show.O soundcheck foi de 1 hora e 40 minutos.Confiram as músicas desse soundcheck:
Apenas a banda de Paul (começou às 07:00pm e durou 1 hora)
1 Jam
2 "TV Theme Song" ( improvisação)
3 We Can Work it Out (Abe Laboriel Junior no vocal)
4 Penny Lane (jam)
5 Band on the Run (jam)
6 Celebration
7 Drive My Car (Rusty Anderson no vocal)

Paul McCartney e sua banda: (começou às 08:55pm e durou 1 hora e 40 minutos)
8 Mexico Méjico improvisação
9 Matchbox
10 Honey Don't
11 Coming Up (Peter Gun Theme) - Mexico City (em vez de Coming Up)
12 All My Loving
13 Impro
14 Ebony and Ivory (versão completa)
15 Ebony and Ivory (jam,versão rápida)
16 Flaming Pie
17 Magical Mystery Tour
18 Venus and Mars - Rockshow
19 Jet
20 C Moon
21 Celebration (com letras no final)
22 (I want to) Come Home
23 Nineteen Hundreed and Eighty Five - Band on the Run (piano)
24 Piano improvisação
25 improvisação
26 Every Night
27 improvisação
28 I've Just Seen a Face
29 Tequila (completa)
30 And I Love Her
31 I'm Looking Through You
32 improvisação
33 Michelle
34 Penny Lane
35 I Saw Her Standing There

Fãs mexicanos esperam na porta do hotel por Paul McCartney


Cerca de 200 de pessoas esperaram fora do Four Seasons Hotel na Cidade do México a chegada do Paul que saiu escondido mas a gritaria começou quando a banda saiu para o soundcheck.

Manuscrito da letra de "A Day In The Life" de Lennon vai a leilão

No dia 18 de junho,a casa de leilão Sotheby's vai leiloar um rascunho de John Lennon e escrita a mão por ele próprio de "A Day in The Life", a faixa de encerramento do famoso Sgt Pepper's.As versões estão em lados opostos do mesmo pedaço de papel. A casa de leilões estima que a folha vai para entre $500.000 e $800.000.Não se duvida que passe do valor de  $1 milhão.

Os Beatles dominam na lista de 500 Maiores Músicas de todos os tempos

A revista Rolling Stone está prestes a lançar uma outra edição de colecionador que contém a "500 Greatest Songs of All Time". A lista foi atualizada recentemente depois de ter sido compilado e lançado em 2004.
Os Beatles tiveram o maior número de canções na lista, com 23 canções que fez nas "500 Greatest Songs of All Time". Estes incluem "Come Together", "All You Need Is Love", "Ticket Ride", "Can't Buy Me Love", "A Hard Day's Night", "Eleanor Rigby", "She Loves You," Help ", "Let It Be", "Yesterday", e "Hey Jude".
A banda Rolling Stones veio em segundo com 14 músicas na lista. Sua "I Can't Get No Satisfaction" classificou o número dois na lista.

fonte:http://recentissuetoday.com/entertainment/2417/rolling-stone-magazines-500-greatest-songs-of-all-time/  (contém as primeiras 50 maiores músicas de todos os tempos na ordem)

Mais discos de ouro e platina para os Beatles

Os Beatles já detêm quase todos os recordes de vendas de álbuns que existe, e com o ano passado,com as  re-edições do catálogo dos "Fab Four",ganharam mais discos de ouro e platina.A RIAA lançou sua lista mensal de certificações, com The Beatles In Stereo recebeu platina tripla e a caixa The Beatles In Mono vai receber platina.Além disso, mostra o álbum LOVE dos Beatles com o Cirque du Soleil com o mesmo nome foi certificado de platina tripla.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Show do Paul no México via internet será restrito

Parece que a transmissão via internet no site da Coca Cola Tv para hoje,será somente para o México,vamos ver!

Show de Paul no México será exibido gratuitamente numa tela

Paul McCartney está permitindo que o seu concerto na Cidade do México seja visto gratuitamente em uma tela de cinema gigante.
Secretário de Cultura mexicana Elena Zepeda diz que a tela será colocado sexta-feira em uma praça no Parque Chapultapec da capital. Ela diz que é um presente do ex-Beatle a residentes da Cidade do México.Zepeda diz que a praça pode armazenar 10 mil pessoas.
Quase 100 pessoas se reuniram em frente ao hotel onde McCartney está para esperar por alguma aparição na janela.

Site anuncia nova data da Up And Coming Tour em Nashville

Poucas horas antes da segunda etapa da Up and Coming Tour e começa turnê que vem,de acordo com o Facebook da  Bridgestone,que ele vai tocar em Nashville,no Bridgestone Arena, em 26 de julho 2010. Os preços dos ingressos vão de $70 a $270. Isto confirma a vontade de Paul para adicionar mais datas na turnê que se segue,que no momento tem três datas de shows anunciados.
Paul McCartney não tocar em Nashville faz muito tempo,e pode-se esperar dele algumas surpresas para o público.
Os bilhetes para Nashville estarão à venda em 07 de junho,apesar que Paul ainda não confirmou no seu site mas o site da Ticketmaster já anuncia.


Colaboração:Eric Bourgouin correspondente do Canadá

Sorteio de ingressos para o show de Paul na Isle of Wight somente para o Reino Unido

O Prêmio
Linda McCartney Foods está oferecendo a você a chance de ganhar ingressos para ver Paul McCartney tocar ao vivo na Isle of Wight Festival 2010. Quatro sortudos ganharão um par de ingressos para o festival inteiro, de sexta-feira 11 a domingo 13 de junho, culminando no domingo à noite com Paul McCartney.
Como entrar
Basta responder a pergunta no site corretamente para entrar no sorteio para concorrer
Esta competição se encerra à meia-noite no domingo, 06 de junho, os prêmios serão sorteados na segunda-feira 07 de junho e os vencedores serão contactados por telefone e e-mail.
Infelizmente só podem participar pessoas que residem no Reino Unido.

fontes:http://www.lindamccartneyfoods.co.uk/competition/

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Paul McCartney e Denny Seiwell falam sobre bateria numa revista especializada

Paul McCartney foi entrevistado pela revista Classic Drummer em janeiro.Durante esta entrevista, ele fala sobre a maneira que ele escolheu Denny Seiwell,a fim de gravar o álbum RAM. Ele explica que o baterista precisava ter a "sensação", além de ser tecnicamente bom.Paul deu a Denny uma grande liberdade em estúdio, que Denny muito apreciava.Ele fala sobre a jam "Rode All Night", uma faixa inédita de estúdio da sessão do RAM, com Paul e Denny. Depois tocaram o que era para ser o primeiro take desta canção, pensando que era realmente grande, o engenheiro de som disse que os níveis sonoros que estavam bons para ele e ele poderia iniciar a gravação: ele não gravou o take!A canção foi gravada na época, e que podemos ouvir em alguns bootlegs é o take 2.
Macca fala também sobre sua maneira de tocar bateria. Ele admite que não é tecnicamente muito bom, mas ele acha que tem uma grande "sensação". Ele lembra que começou no tambor seu irmão Mike, e depois tocou bateria em Hamburgo com os Beatles, quando o baterista estava faltando.Questionado sobre Kreen Akrore, a última canção do álbum "McCartney", que consistem em tambores e sons de respiração, Paul McCartney, rindo. Ele viu um programa de TV sobre essa tribo amazônica chamada Kreen Akrore, e teve a idéia de recriar a sensação de esta tribo na música. "Seja como for, foi divertido!" , concluiu ele.
Falando sobre RAM novamente, Macca está feliz que as pessoas têm uma grande consideração para o álbum do que quando foi lançado, ele é o álbum favorito de seu sobrinho.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Video do Ringo Starr no Artist's Den


Live from the Artists Den: Ringo Starr from Artists Den on Vimeo.

Vejam um clipe do "Live From the Artist's Den", que irá ao ar na PBS a partir do dia 02 de julho

fonte:http://vimeo.com/11718145

Arte feita por John Lennon para "um intruso irritado" vai a leilão

Aparecem para venda num leilão da Fame Bureau, em meio a memorabilia dos Beatles, é uma bandeira da campanha pela paz de John Lennon intitulada WWIII.
Criado em uma tela de projeção, a bandeira mostra um desenho feito por Lennon de um coração com outro coração cortado fora, no centro, rodeado por uma mão em cada canto.
Uma mão tem um clube, o outro tem uma espada e uma outra arma, enquanto o quarto tem uma flor - um símbolo popular da década de 1960 o movimento Hippie paz - todos voltados para o coração.
Esta excepcional obra de campanha foi elaborada inteiramente na própria mão de Lennon, e é assinado por ele corajosamente em toda a metade inferior.
De acordo com a Fame Bureau, a origem da peça pode ser atribuída aos serviços da Apple, empresa de auto-financiamento dos Beatles e a gravadora durante seus últimos anos
A peça foi produzida por Lennon na presença do músico Billy Preston, tecladista dos Beatles no "Let It Be".
Então a história continua, um artista enfurecido entrou no prédio da Apple e começou a insultar John. Enquanto Mal Evans,assistente e amigo dos Beatles,retirou o artista, Preston e Lennon desapareceram.
A bandeira - que havia sido destinado a aplacar a raiva do intruso - foi exibido em cima do prédio ... até Neil Aspinall, diretor da Apple Corps, considerou um risco de incêndio.
O trabalho tem medidas de 45 x 42 polegadas e será vendido com uma caixa de charuto, originalmente apresentado com a bandeira, com uma recepção.
Se lê: "John £ 350,00 em dinheiro recebido com gratidão. Os Coronas são para você! Não pode ser aberto até o nascimento do rock and roll. Barry (Eu penso que eu tenho tido) Smith."
Três cartas de autenticidade acompanham a letra, incluindo a partir do seu primeiro proprietário, o funcionário da Apple, que trabalhou com Magic Alex (assistente de eletrônica da Apple) e do recibo da caixa de charuto.
Ambos os itens são estimados em  £25.000-30.000. As ofertas são ajustados para abrir em £ 12,500.
Em outros lugares, colecionadores com interesse na arte de Lennon também pode comprar esta muito escassa um desenho a mão feito por John Lennon esboçado durante seu primeiro ano no Liverpool Art School,o preço por ele é de £13,500 ($22,275)

terça-feira, 25 de maio de 2010

Paul Mccartney irritado com o filme Nowhere Boy

Paul McCartney anda irritado com o o filme Nowhere Boy,biografia que conta a infância de John Lennon.Porque o ator que faz o seu papel é muito baixo.
Ele disse a revista britânica Seven "Eu realmente não tenho visto isso, mas ouço que estou bem na mesma. Mas você sabe o que estou ligeiramente irritado? Meu personagem, meu ator, é menor do que John! E eu não gosto disso. Eu tenho o mesmo tamanho de John, por favor!"
Sem dizer que Paul ficou irritado também no início das filmagens porque a Tia Mimi era mostrada como uma pessoa má e ele disse que ela era uma pessoa adorável que se preocupava muito com John.

Ringo Starr inaugura nova temporada com show para a tv

Ringo Starr inaugura uma segunda temporada da série de televisão pública "Live From the Artists Den", com uma performance que será exibida na semana de seu aniversário de 70 anos.A série captura o íntimo dos artistas,acontecimentos incomuns.
O concerto do ex-Beatle vai ao ar nas estações PBS naa semana de 05 de julho,2 dias antes do aniversário de 70 anos,em diferentes épocas em diferentes ligares,a distribuidora da série,American Public Television, disse segunda-feira. Starr tocará com Ben Harper e a Harper's band  em um show gravado em New York no Metropolitan Museum of Art.

Paul MCartney trabalha de acordo com a filha

Sir Paul McCartney diz que sua filha de seis anos, controla o seu trabalho.O ex-Beatle não faz turnê, quando ele tem a custódia de Beatrice - sua filha com a ex-mulher Heather Mills - e diz que ela é a maior prioridade em sua vida.
Ele disse: "O que acontece é que eu não trabalho quando estou com a minha filha um pouco. Estou realmente na estrada muito mais da metade do tempo. Então, quando eu faço turnê, eu estou com fome, e os shows são geralmente bastante escolhidos - é o Hyde Park, ou é a Ilha de Wight, ou é Coachella.
"A coisa é, quando estou em turnê, é muito visível e as pessoas dizem, 'Deus, você é tão ocupado." Eu não sou na verdade. Não é comparado com era com os Beatles. "
McCartney - que está atualmente namorando com a herdeira americana Nancy Shevell - está surpreendido com a faixa etária dos fãs que vêm para os seus concertos e admite que suas canções estão se conectando com as gerações mais jovens.
Acrescentou em entrevista à revista Seven: "Meu público agora, estranhamente, isso é coisa de várias gerações que eu nunca esperava. Você está recebendo as pessoas que são mais velhos do que eu, as pessoas da minha idade, as pessoas dos meus filhos mais velhos A idade e as idades de seus filhos. Portanto, há normalmente cerca de quatro gerações. Acho que é muito emocional. É incrível. "

fonte:http://www.dailyfill.com/Paul-McCartney-works-round-daughter-59187/

Paul McCartney tocará para Obama na Casa Branca em junho

Paul McCartney tocará para o presidente americano, Barack Obama, em junho, quando irá à Casa Branca para receber um prêmio, anunciou o músico nesta segunda-feira.
"Na quarta-feira, dia 2 de junho, o presidente e a primeira-dama (Michelle Obama) organizarão um show (...) em homenagem a Paul McCartney, que receberá o terceiro prêmio Gershwin para canções populares, dado pela Biblioteca do Congresso", segundo um comunicado publicado no site do artista.
O prêmio, que leva o nome do compositor americano George Gershwin e de seu irmão, Ira, letrista, é entregue a músicos por seu conjunto da obra. No ano passado, foi entregue a Stevie Wonder.
O programa será gravado pela WETA como parte da série "In Performance at the White House" e estará disponivel para ir ao ar nas estações da PBS em todo o país quarta-feira, 28 de julho.

domingo, 23 de maio de 2010

Site anuncia transmissão via internet de Paul McCartney Ao Vivo da Cidade do México


Um dos dois shows de Paul McCartney no Foro Sol na Cidade do México será transmitido pela internet, de acordo com informações da página que irá transmiti-la.Segundo a Coca-Cola TV http://www.coca-cola.tv/cocacolatv/,o show do dia 28 de maio,o segundo show de McCartney que estará tocando na Cidade do México, será transmitido às 21:00 horas, ou 09:00pm hora local (México) (a diferença de horário para o Brasil é de 2 horas,então muito provável comece ás 23:00 da noite).
"Paul McCartney en vivo Desde México. Lugar En el mejor y en la casa tu comodidad, en el ex-Beatle Paul McCartney llega en vivo Para a ti Este 28 de mayo 2100 a las horas través de uma Coca-Cola TV", diz o texto original em espanhol.
Ou muito grosseiramente traduzido, "Paul McCartney Ao Vivo do México. No melhor lugar e do conforto de sua casa,o ex-Beatle Paul McCartney chega ao vivo no dia 28 de maio a 2.100 horas por esta TV da Coca-Cola".
Será sensacional se tiver a transmissão...

fontes:http://www.examiner.com/x-34954-Paul-McCartney-Examiner~y2010m5d22-Paul-McCartney-show-from-Mexico-to-be-broadcast-on-the-web ou http://www.tvolucion.com/cocacolatv/entretenimiento/comerciales/068045/paul-mccartney-transmision-vivo-mexico

Colaboração:Eric Bourgouin correspondente do Canadá

sábado, 22 de maio de 2010

Let It Be 40 anos Parte Final

Os álbuns Get Back
Depois de ter aumentado o uso de overdubs e gravações multi-camadas em álbuns mais recentes, houve um consenso no primeiro a gravar o novo álbum ao vivo. De acordo com o conceito de volta às raízes,a arte da capa foi planejada para ser uma atualização da capa de seu primeiro álbum, Please Please Me, com a banda olhando para baixo nas escadas do escritório da EMI, sede do bloco em Manchester Square, em Londres. Uma fotografia diferente da mesma sessão de fotografia foi usada mais tarde na coletânea 1967-1970 (The Blue Album).
Engenheiro Glyn Johns junto uma versão rudimentar de Get Back em acetato de março 1969, que incluiu muitas das mesmas músicas que fizeram o corte final, além de "Teddy Boy" de Paul.John tocou o acetato para os Beatles, que não estavam realmente interessados no projeto por mais tempo. Pelo menos uma cópia do acetato fez o seu caminho para os Estados Unidos e foi exibido em emissoras de rádio locais em Buffalo, Nova York e Boston, em setembro.
Capa do álbum Get Back abortado. Espelhando a capa do primeiro álbum da banda, Please Please Me, foi idéa de John Lennon, em março de 1969, Lennon e McCartney chamou Glyn Johns com a EMI e ofereceu-lhe liberdade para produzir um álbum do Get Back.John reservou um tempo no Olympic Studios entre 03 de abril e 28 de Maio para mixar o álbum e apresentou a fita master final unido ao grupo em 28 de Maio. Apenas uma faixa, "One After 909", foi tirada do show do último piso, com "I've Got a Feeling" e "Dig a Pony" (então chamada de "All I Want Is You"), sendo as gravações de estúdio em seu lugar.John também favoreceu versões anteriores, mais primitvas e iniciais de "Two of Us" e "Let It Be" sobre os desempenhos mais polidos do final da sessão de 31 de janeiro (que acabaram por ser escolhido para o álbum Let It Be). Também incluiu uma jam chamada "Rocker", uma versão breve do The Drifters "Save The Last Dance For Me", de Lennon  "Don't Let Me Down" e uma versão de 5 minutos de "Dig It".
Get Back uma versão de maio de 1969:
Lado A
1-"The One After 909"
2-"Rocker"
3-"Save the Last Dance for Me"
4-"Don't Let Me Down"
5-"Dig a Pony"
6-"I've Got a Feeling"
7-"Get Back"

Lado B
1-"For You Blue"
2-"Teddy Boy"
3-"Two of Us"
4-"Maggie Mae"
5-"Dig It"
6-"Let It Be"
7-"The Long and Winding Road"
8-"Get Back" (reprise)
O álbum Get Back foi concebido para ser lançado em julho de 1969, mas seu lançamento foi adiado para setembro, para coincidir com o especial para a televisão planejado e com o filme no cinema sobre o making of do álbum. Em setembro, o lançamento do álbum foi adiado para dezembro, pois os Beatles tinham gravado apenas Abbey Road e quis lançar o álbum em seu lugar. Até dezembro o álbum tinha sido arquivado.
Em 15 de Dezembro, os Beatles novamente abordaram Glyn Johns para produzir um álbum do "Get Back" atravês das fitas, mas desta vez com a instrução de que as canções devam coincidir com aqueles incluídos no ainda inédito filme Get Back. Entre 15 de dezembro de 1969 e 08 de janeiro de 1970, foram elaboradas novas mixagens.Um novo mix de Glyn Johns "omitiu" a música "Teddy Boy ", como a música não aparece no filme (e possivelmente porque McCartney havia indicado John que tinha re-gravado a canção para seu álbum de McCartney em breve). Ele também acrescentou "Across the Universe" (um remix da versão de 1968 do estúdio, como o de janeiro de 1969 dos ensaios da canção foram julgados insatisfatórios) e "I Me Mine", em que apenas McCartney, Harrison e Ringo Starr tocaram (Lennon estava em férias na Dinamarca e essencialmente deixou a banda por essa altura)."I Me Mine" foi recentemente gravada em 03 de janeiro de 1970, como ele apareceu no filme e gravação não multi-track que havia sido feita.Os Beatles, mais uma vez rejeitaram o álbum.
Get Back versão 2,janeiro de 1970:
Lado A
1-"The One After 909"
2-"Rocker"
3-"Save the Last Dance for Me"
4-"Don't Let Me Down"
5-"Dig a Pony"
6-"I've Got a Feeling"
7-"Get Back"
8-"Let It Be"

Lado B
1-"For You Blue"
2-"Two of Us"
3-"Maggie Mae"
4-"Dig It"
5-"The Long and Winding Road"
6-"I Me Mine"
7-"Across the Universe"
8-"Get Back" (reprise)
Complemento e lançamento
Em março de 1970 as fitas das sessões foram dadas ao produtor americano Phil Spector.Spector trabalhou nas trilhas e compilou o álbum finalmente lançado por agora intitulado Let It Be.O álbum e o filme com o mesmo nome foi lançado em 8 de Maio de 1970, os Beatles já haviam se separado por esse tempo.O filme conquistou a crítica das tensões dentro da banda, e também incluiu imagens do concerto no terraço.O desempenho no terraço fecha com a canção "Get Back", e depois Lennon disse: "Eu gostaria de dizer" obrigado "em nome do grupo e nós, e espero que passamos na audição." A piada foi adicionado à versão de estúdio da canção que apareceu no álbum.
Várias canções das sessões de gravação foram lançados oficialmente em versões diferentes das do álbum Let It Be."Get Back" / "Don't Let Me Down" e "Let It Be" foram lançadas como singles em 1969 e 1970, respectivamente. "Across the Universe", uma composição de Lennon gravado em fevereiro de 1968, tinha sido anteriormente lançado como parte do álbum de caridade da World Wildlife Fund "No One's Gonna Change Our World", em Dezembro de 1969, para o qual havia sido sobreposta com sons de pássaros. A mesma gravação foi utilizado para o Let it Be, com os sons dos pássaros substituídos por nova orquestração e overdubs de coro, mas também versões apresentaram a canção no seu passo D originalmente gravada principal (a versão mundial foi acelerada um semitom, enquanto a versão de Let It Be foi abrandado para o tom D). A faixa apareceu pela primeira vez à sua velocidade original no Let It Be ... Naked em 2003. Uma gravação alternativa (take 2,completamente diferente de 1968 com overdubs) foi apresentado em 1996,no The Beatles Anthology 3, onde a versão de Glyn Johns de "The Long Winding Road" também pode ser ouvida.
Seis faixas das performances ao vivo, de acordo com o conceito do álbum original: "I've Got a Feeling","One After 909 "e" Dig a Pony "a partir do desempenho no telhado, e" Two of Us "," Dig It "e" Maggie Mae "das sessões de estúdio. No entanto, as versões do álbum "For You" Blue", "I Me Mine", "Let It Be", "The Long and Winding Road" e "Get Back" teve edição de destaque,com emendas, e overdubs.A décima segunda faixa do álbum é uma versão com a rotação para baixo da gravação original de 1968 de "Across the Universe", que só tinha sido ensaiado no Twickenham e não profissionalmente gravadas em fita cassete multi-pista durante as sessões de janeiro 1969.
McCartney ficou profundamente insatisfeito com o tratamento de Spector em algumas músicas, especialmente "The Long and Winding Road". McCartney havia concebido a música como uma balada de simples piano, mas teve do Spector no acompanhamento de orquestra e coral.McCartney tentou sem sucesso impedir lançamento da versão de Spector da música. Ele estava bem com a orquestra, mas queria que o coro e harpa fossem removidos.Apesar das críticas feitas a Spector durante os anos de sua manipulação do material.
No Reino Unido, o álbum foi lançado pela Apple (e distribuído pela EMI), em uma caixa, que incluía também um livro de 160 páginas com fotos do filme Let It Be.
Vários meses depois, o álbum foi relançado na Grã-Bretanha em um revestimento LP standard,sem o livro.Nos Estados Unidos, o álbum Let It Be foi lançado em uma capa de padrão, sem o livro.A versão americana também foi lançado pela Apple Records, mas porque a United Artists distribuídora do filme, a United Artists decidiu também distribuir o disco nos Estados Unidos pois tinha os direitos.(Subsidiária da EMI Capitol, que realizou o contrato nos Estados Unidos com os Beatlles,tinha direitos simultâneo com a música do álbum, e poderiam distribuir as músicas em vários singles e álbuns de compilação.A Capitol, no entanto, não tem o direito de lançar ou distribuir o real album.) Para indicar que Let It Be não foi distribuído pela Capitol, o selo original na América ostentou uma maçã vermelha, ao invés da maçã verde habitual dos Beatles.No início de 1976, quando os Beatles o contrato da Apple Record expirou, a maioria do catálogo do grupo,nos Estados Unidos foram transferidos da Apple para a Capitol, Let It Be, no entanto, saiu de catálogo nos Estados Unidos por três anos. Em 1979, a Capitol / EMI adquiriram a United Artists Records, com esta aquisição, a Capitol adquiriu os direitos de dois álbuns dos Beatles previamente distribuídos nos Estados Unidos pela United Artists, Let It Be e trilha sonora do álbum A Hard Day's Night.(Como A Hard Day's Night nunca tinham sido emitido pela Apple nos Estados Unidos,manteve-se na imprensa nos Estados Unidos sob o selo United Artists, quando o contrato com a Apple terminou em 1976). Logo após a aquisição da United Artists Records, Capitol re-emitiou tanto a United Artists que distribuia os Álbuns dos Beatles na etiqueta da Capitol.
O álbum foi lançado em CD em 19 de Outubro de 1987. Junto com os outros álbuns dos Beatles, a EMI lançou um CD re-masterizado em 9 de setembro de 2009 e uma versão eletrônica (FLAC de 24 bits e os formatos MP3 em um drive USB), em 04 de dezembro de 2009. A maioria dos críticos considera que o som foi melhorado significativamente ao longo do CD de 1987, tendo em conta a transferência de tecnologia superior digitais disponíveis em 2009.
Os Beatles acabariam por ganhar o Oscar de Melhor Trilha Sonora Canção Original em 1970 pela as canções do filme.
Let it Be...Naked
Ao mesmo tempo, o filme re-lançamento foi anunciado,McCartney anunciou planos para lançar uma nova versão do álbum que estaria mais próximo do que tinha sido previsto inicialmente para o projeto.A nova coleção, Let It Be ... Naked, foi lançado em 17 de Novembro de 2003,em duplo CD,o CD 2 continha a "fly-on-the-wall" gravações da banda com conversar durante as sessões do Get Back.As músicas foram re-mixadas a partir de gravações originais multipista.A gravação não continha as passagens humorística falada e os generosos overdubs orquestrais de Let It Be.O álbum recebeu críticas mistas, alguns críticos elogiaram a simples re-mixagem e outras expressaram seu desapontamento com o novo álbum que faltou a diversão e o humor do Let It Be.
Recepção
Apesar de Let It Be que ganharia o primeiro lugar em ambas paradas de discos americano e britânico, com os singles "Let It Be" e "The Long and Winding Road", também atingiram o número 1 nos Estados Unidos,o álbum foi recebido com críticas mistas no tempo de seu lançamento.O crítico da NME Alan Smith escreveu: "Se a nova trilha sonora dos Beatles foi a última deles,então será como um epitáfio cheapskate, uma lápide de papelão, um final triste e  uma fusão musical que limpou e chamou de novo o rosto do pop."A revista Rolling Stone também foi crítico do álbum, citando os enfeites de Spector na produção como um ponto nervoso: "Musicalmente, os rapazes,passara, no teste.Em termos de ter o discernimento de evitar qualquer excessos de produção ou de vazamento do destino - sem voltar o mais notório de todos os super-produtores, você não. "
Faixas
todas são de Lennon/McCartney excetos as marcadas:
1-"Two of Us"
2-"Dig a Pony"
3-"Across the Universe"
4-"I Me Mine"(George Harrison)
5-"Dig It"(Lennon/McCartney/Harrison/Starkey)
6-"Let It Be"
7-"Maggie Mae"(traditional, arr. by Lennon/McCartney/Harrison/Starkey)

Lado B
1-"I've Got a Feeling"
2-"One After 909"
3-"The Long and Winding Road"
4-"For You Blue" (Harrison)
5-"Get Back"
Ficha técnica

The Beatles
-John Lennon – vocais, guitarras ("Get Back"), guitarra de slide ("For You Blue"), violão ("Two of Us", "Across the Universe" e "Maggie Mae"), baixo de 6 cordas ("Dig It", "Let It Be" e "The Long and Winding Road")
-Paul McCartney – vocais, baixo, piano ("For You Blue", "Dig It", "Let It Be" e "The Long and Winding Road"), violão ("Two of Us" e "Maggie Mae"), orgão Hammond ("I Me Mine"), piano elétrico ("I Me Mine")
-George Harrison – vocais, guitarra, violão ("For You Blue" e "I Me Mine"), tambura ("Across the Universe"), baixo de 6 cordas ("Two of Us" e "Maggie Mae")
-Ringo Starr – bateria e percussão

Músicos adicionais
-Richard Anthony Hewson –arranjos de cordas, coro e metais ("Across the Universe", "I Me Mine" e "The Long and Winding Road")
-George Martin – percussão ("Dig It")
-Linda McCartney – backing vocal ("Let It Be")
-Billy Preston – piano elétrico ("Dig a Pony", "I've Got a Feeling", "One After 909", "Get Back") e orgão Hammond  ("Dig It", "Let It Be", "The Long and Winding Road")

Produção
 -Glyn Johns –engenheiro de audio, mixagem
-George Martin – produtor
-Alan Parsons – assistente do engenheiro
-Phil Spector – "re-produtor" (overdubs finais),mixagem final

Aqui termino o histórico sobre os 40 anos do álbum Let it Be,tem muito assunto sobre esse álbum mas coloquei os mais importantes e esperamos para finalizar o lançamento em DVD do filme Let it Be pois os arquivos foram todos restaurados e remasterizados.

fonte:http://en.wikipedia.org/wiki/Let_It_Be

Scorsese apresenta documentário com gravações inéditas de George Harrison

Martin Scorsese, que não precisa de introdução, vem trabalhando há algum tempo em um documentário sobre a vida de George Harrison, que também não precisa de introdução. Enquanto em Cannes, Scorsese revelou alguns detalhes sobre o projeto que deveria ter fãs dos Beatles "água na boca. viúva de Harrison, Olivia encontrou antigos cassetes que o músico fez ao final dos Beatles, mas se eles são demos de canções Beetles, originais ou covers continua a ser visto e ouvido.Harrison parece que foi um bocado cuidador de sua obra e guardava tudo, por isso havia uma grande quantidade de material a partir do qual a desenhar para o filme.
Living In A Material World: George Harrison deve estrear em 2011.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Paul MCartney conversou com os fãs no webchat ao vivo


Nos minutos que antecederam na web um bate-papo desta tarde, os fãs enlouqueceram na postagem com elogios para Paul McCartney.Ele parou um pouco o ensaio que estava tendo no estúdio com a banda para responder a perguntas dos fãs obstinados em todo o mundo.Nos momentos antes de sua chegada em linha, um feed de comentários êxtases atualizaram a um ritmo muito grande e  de grande ansiedade.Como um dos mais de 4.000 fãs internacionais que logaram,ele observou: "Oh Deus! 8 minutos!"
Uma vez que McCartney apareceu na tela (a partir de seu estúdio em Sussex, Inglaterra), ele era divertido e caloroso, respondendo a perguntas que iam desde os legítimos ao ridículos.Algumas revelações: o livro favorito de McCartney é Charles Dickens' Nicholas Nickelby ("É longo, mas eu realmente adoro isso!"), Ele está esperando para expandir sua atual turnê para incluir escalas em Toronto este ano ("Isso seria uma resposta agradável e positiva ! "), e o único instrumento mexicano que sabe jogar é um baixo Mariachi.
McCartney também teve tempo para incitar os fãs a comprar a próxima reedição de Band On The Run, que chega às lojas em agosto. "Quando você realmente ouvi-lo, como eu fiz no outro dia no Abbey Road, a clareza é tão boa!" ele está entusiasmado. E ele sugeriu a possibilidade de tocar na Casa Branca. "Houve alguns rumores, e eu penso que nós podemos dar uma pista", disse ele. "Pense na Casa Branca.Acho que tocar na casa branca. Se não houver um anúncio que citam a Casa Branca lembrem onde ouviram primeiro."
Alguns fãs colocaram legitimamente questões interessantes,onde havia muitas perguntas loucas: Onde você compra o seu leite? Você ouve Justin Bieber ? Você vem para o meu casamento? Você usa Boxers ou cuecas?
Todo o bate-papo durou cerca de meia hora e quando McCartney desligou ele foi gentil com os fãs que se juntaram : "Obrigado a todos ao redor do mundo pelo envio das mensagens. Eles realmente estão derramando dentro!"
E deu pista dos novos lugares que ele deve tocar com a turnê,"Nós provavelmente iremos visitar Peru, Chile e Argentina. Existe uma chance que pode acontecer".Quando perguntaram sobre o Brasil,mandou um beijo e disse que ama o Brasil!
Bem pessoal,vamos continuar a torcer que venha tocar aqui,mas parece que os empresários brasileiros não chegam a um acordo.Está dificil!!
No vídeo acima você pode conferir o bate papo completo com os fãs...

fontes:http://www.rollingstone.com/music/news/;kw=%5B13193,154881%5D ou http://www.andina.com.pe/Ingles/Noticia.aspx?id=XGR27HZ4VrY=

Paul McCartney: sempre checando composições com Lennon

Entrevistado recentemente pela escocesa Daily Record, Paul admitiu uma mistura de afeto e mágoa quando observa imagens dos Beatles no auge dos anos 60. "É dificil acreditar que John Lennon está morto há trinta anos e que George Harrison se foi há nove anos atrás", diz Paul, "Eles eram verdadeiros parceiros. Eu tenho muito afeto por eles. Eles eram ambos parte da minha vida e de quem eu sou. Existem pequenas lembranças deles o tempo todo"
"Hoje, se eu escrevo uma nova música, estou sempre checando em meus pensamentos, 'Será que John me deixaria escrever este verso ou está muito piegas?' Mas às vezes eu penso, 'Problema dele, a música é minha.' Mas eu estou sempre checando com ele."
Paul ainda foi questionado sobre a possibilidade de uma reunião caso todos ainda estivessem vivos. "Poderia ter acontecido" diz ele convicto. "Fomos convidados a fazer reuniões logo após a separação. Mas não havia motivo. Era algo como 'mas nós acabamos de nos separar'. Eu ainda tinha o Wings e estava ocupado com outros projetos. Não era uma boa idéia na época, mas acredito que se todo esse tempo tivesse passado poderia facilmente acontecer."

quinta-feira, 20 de maio de 2010

HOJE! Um webchat com Paul McCartney AO VIVO com os fãs!

O ex-beatle Paul McCartney vai participar, nesta quinta-feira dia 20 de maio, de seu primeiro bate-papo pela internet com seus fãs através de um webchat direto de seu estúdio Sussex. O encontro acontece a partir das 13h ou 14h (horário de Brasília) e terá duração de 20 minutos. O chat pode ser acessado pelo endereço www.ustream.tv/paulmccartney.
O músico vai falar diretamente de seu estúdio em Sussex, no interior da Inglaterra, e anunciará os vencedores de uma competição promovida por seu site oficial (http://www.paulmccartney.com/).
Na próxima quinta-feira dia 27 e no dia 28, McCartney toca na Cidade do México, no Foro Sol, local com capacidade para 60 mil pessoas.


Paul McCartney adicionou 2 vídeos para os fãs assistirem um ensaio dele de 20 minutos.Aguardem carregar o vídeo e assistem pois Paul McCartney tocando ao estilo Quarrymen!

fontes:http://www.paulmccartney.com/news.php#/1940/2010-05 ou http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2010/05/paul-mccartney-participa-de-bate-papo-virtual-nesta-quinta.html ou http://www.nme.com/news/paul-mccartney/51143

Colaboração:Eric Bourgouin correspondente do Canadá

terça-feira, 18 de maio de 2010

Ganhe uma viagem ao México para ver Paul McCartney!

Junte a essa promoção especial e o nome do grande vencedor será sorteado dentro de um sombrero nos próximos dias.
Paul McCartney.com estará fornecendo ao grande vencedor (mais um amigo) uma vez na vida uma experiência de voar para Cidade do México e ver Paul ao vivo no Foro Sol em 28 de maio de 2010.
O vencedor será convidado a assistir à passagem de som, fazer um tour nos bastidores e até mesmo ter uma refeição com a tripulação antes de assistir ao vivo ao concerto de Paul.
Detalhes da competição:
- O regresso de dois a Cidade do México.
- Alojamento em um hotel para duas pessoas (27 e 28 de maio de 2010)
- Transferência do aeroporto para o hotel, e também do hotel para sala de concertos
- Dois bilhetes para o concerto, bem como ser capaz de ver o som e check-tour nos bastidores
A competição se encerra no 20 de maio ao meio-dia (BST), para entrar agora e avise aos seus amigos também o fazerem.
Para entrar no concurso, clique aqui.

fonte:http://www.paulmccartney.com/competition.php

Paul McCartney anuncia 2 novas datas para turnê 2010

Paul McCartney acaba de anunciar novas datas para ser adicionado ao Up and Coming Tour. Além dos 12 shows iniciais, Paul voltará aos Estados Unidos para as seguintes datas.A tour foi aclamado pela crítica.No México,dia 27 de maio,show que mais rápido vendeu na história. Novas datas são as seguintes:

-10 de Julho-será a primeira apresentação de Paul dentro da cidade de San Francisco desde a última aparição com os Beatles - no Candlestick Park, em 29 de agosto de 1966.
-13 de julho-no Rio Tinto Stadium,um deslumbrante cenário que será o primeiro show de Paul no grande Estado de Utah.
Mais informações e ingressos no site oficial.

fonte:http://www.paulmccartney.com/news.php

Trailer de Nowhere Boy em português


Sinopse: O filme retrata a infância de John Lennon, dos Beatles, até o início da sua jornada para se tornar ícone da música.
Lançamento: 2010   Legendado em português (o trailer)

domingo, 16 de maio de 2010

Vem aí o filme Living In The Material World sobre George Harrison

Film Distribution Exclusive está vendendo o projeto em Cannes.
O diretor Martin Scorsese estava em Cannes para anunciar o seu mais recente projeto, Living In The Material World: George Harrison, um documentário sobre a música da estrela dos Beatles.
O filme, que está atualmente no post, está sendo produzido pela viúva de Harrison, Olivia, juntamente com Nigel Sinclair, que produziu o documentário de 2005 sobre Bob Dylan No Direction Home.Ele terá filmagens nunca antes vistas e entrevistas com grandes nomes como Paul McCartney, Ringo Starr, Eric Clapton, Eric Idle, Tom Petty, Yoko Ono e Phil Spector.
Scorsese descreveu o projeto como um "trabalho de amor."
"Eu fui um grande admirador da sua música há anos, então eu estava interessado na viagem que ele teve como um artista", acrescentou o diretor, que trabalhou no projeto, enquanto fazendo Shutter Island.
Exclusive Media Distribution está segurando as vendas internacionais do projeto, que é devido para o lançamento em 2011 "Nós ainda não decidimos o que fazer com os direitos americanos ainda, mas é óbvio que seria honrado estar na Paramount, e Marty tem um relacionamento com eles ", disse Sinclair.
Olivia Harrison disse a Screen Daily: "Eu estava sendo abordado por um monte de pessoas diferentes e companhias de produção que queria fazer um documentário sobre George a partir do momento depois que ele morreu. A maneira como isso veio junto parecia ser muito natural, o tempo dele, o grupo de amigos que nos uniu. Marty tinha uma ligação com o George, eles passaram tempo juntos. "
"Living in the Material World" está agora a ser editado por David Tedeschi, que cortou os dois "No Direction Home" e "Shine a Light".