terça-feira, 30 de abril de 2013

O álbum Red Rose Speedway completa 40 anos - História

Red Rose Speedway é o quarto álbum lançado por Paul McCartney depois da separação dos Beatles e o segundo álbum de Paul McCartney junto a sua nova banda, Wings.
Lançado dia 30 de abril de 1973 nos Estados Unidos e 04 de maio de 1973 no Reino Unido,os Wings agora contavam com cinco integrantes. Ao quarteto formado por Paul, Linda McCartney, Denny Laine, Denny Seiwell e por último foi adicionado o guitarrista Henry McCullough.
Após o relativamente fraco desempenho comercial do álbum Wild Life da banda, que tinha sido creditado apenas como Wings.
História
No início de 1972, McCartney decidiu expandir a sua banda Wings com 5 integrantes, adicionando um guitarrista adicional, e para começar a turnê com o grupo. O grupo passou muitos meses na estrada em toda a Europa, começando com uma turnê pela universidades britânicas, e continuando no verão em maiores espaços europeus - onde Paul e sua esposa Linda McCartney iriam encontrar o seu primeiro problema com a maconha ao longo dos anos que se seguiram. Ambos as turnês foram finalizadas pela longa seqüência das sessões de estúdio do álbum Red Rose Speedway,que começou em março daquele ano, em Los Angeles e Londres, que terminou em outubro. 
Apesar de não lançar um álbum em 1972, Wings conseguiu lançar três singles:"Give Ireland Back to the Irish", que foi banida pela BBC por razões políticas,"Mary Had a Little Lamb"e "Hi, Hi, Hi ", que foram proibidas pela BBC pela as referências as drogas e apoiado com" C Moon "como lado-B. 

Gravação 
A gravação para o Red Rose Speedway foi iniciado em março de 1972.O álbum foi inicialmente planejado como um álbum duplo, e McCartney decidiu incluir algumas músicas inéditas que originalmente haviam sido gravadas durante as sessões de Ram antes da formação do Wings.Duas dessas canções, "Get on the Right Thing" e "Little Lamb Dragonfly,", finalmente apareceram no álbum final.O álbum é fechado por um medley de 11 minutos das músicas "Hold Me Tight"/"Lazy Dynamite"/"Hands of Love"/"Power Cut", que foi feita em um estilo parecido com o medley de Abbey Road." Hold me Tight "e" Hands of Love "foram escritas em estilo musical dos anos 20 e 30 para a música pop."Power Cut" foi escrita durante a greve dos mineiros britânicos de 1972. 
O álbum foi reduzido para um único álbum de McCartney, devido a uma recomendação por Henry McCullough, como uma tentativa de lançar um álbum mais comercial e menos dispendioso.Ele apresentava um livreto de 12 páginas grampeadas nas fotos desdobráveis que mostram a partir da turnê do Wings.Seu design, com a capa com uma foto de um motor shovelhead Harley-Davidson pela Linda McCartney criada por Eduardo Paolozzi,enquanto a capa traseira do álbum contém uma mensagem em Braille "We love ya baby/Nós amamos você, baby" para Stevie Wonder.

fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Red_Rose_Speedway

O álbum Red Rose Speedway completa 40 anos - Produção

Lançamento e sequência
Em março de 1973 "My Love" foi lançado como o primeiro single para o álbum, e se tornou um Top 10 hit no Reino Unido o número 9,e número 1 nos EUA na Billboard Hot 100 e Billboard Adult Contemporary.As expectativas criadas para o álbum, que disparou para o número 5 no Reino Unido quando ele apareceu e foi número 1 nos EUA."Live and Let Die", a canção-título do filme de James Bond de mesmo nome, foi gravada durante as sessões para o álbum, mas, ao invés,de ser lançada no álbum da trilha sonora.
A versão original do CD, lançada pelo selo Fame da EMI em 5 de outubro 1987 continha três faixas bônus:. "I Lie Around," "Country Dreamer," e "The Mess." Uma versão em LP desta. edição em CD também foi lançado no mesmo dia, omitindo as faixas bônus.Em 1993, Red Rose Speedway foi remasterizado e relançado em CD como parte de "The Paul McCartney Collection" com "C Moon" "Hi, Hi, Hi", o lado B de "My Love" "The Mess", o lado B de "Live and Let Die", "I Lie Around" como faixas bônus."Country Dreamer,", foi posteriormente adicionado à reedição de 1993 do Band On The Run.
Faixas: 
Lado 1
1-"Big Barn Bed" – 3:48
2-"My Love" – 4:07
3-"Get on the Right Thing" – 4:17
4-"One More Kiss" – 2:28
5-"Little Lamb Dragonfly" – 6:20
Lado 2
1-"Single Pigeon" – 1:52
2-"When the Night" – 3:38
3-"Loup (1st Indian on the Moon)" – 4:23
4-"Medley: Hold Me Tight/Lazy Dynamite/Hands of Love/Power Cut" – 11:14 
Faixas adicionais
bônus CD Fame no Reino Unido 
10. "I Lie Around" 05:03 
11. "Country Dreamer" 03:14 
12. "The Mess" (Live at the Hague) 04:58
Álbum original duplo
Originalmente planejado como um álbum de double, este é o set list a partir dos acetatos do album datada de 13 de Dezembro de 1972.A maioria das faixas ficaram fora da versão lançada que acabou sendo lançado como Lado B, mas algumas ainda estão inéditas.
Lado 1
-"Big Barn Bed"
-"My Love"
-"When the Night"
-"Single Pigeon"
Lado 2 
-"Tragedy"
-"Mama's Little Girl"
-"Loup (1st Indian on the Moon)"
-"I Would Only Smile"
Lado 3
-"Country Dreamer"
-"Night Out"
-"One More Kiss"
-"Jazz Street"
Lado 4
-"I Lie Around"
-"Little Lamb Dragonfly"
-"Get on the Right Thing"
-"1882" (live)
-"The Mess I'm In" (live)

No facebook do Diário dos Beatles tem as informações de alguns outakes do álbum.

fonte:http://en.wikipedia.org/wiki/Red_Rose_Speedway

Ringo Starr anuncia as datas para os shows pelo México,Las Vegas e América do Sul

Ringo Starr anunciou nesta segunda-feira que ele está levando sua versão atual da banda All-Starr,em uma nova turnê pelo México e América Latina, além de duas datas nos EUA, em outubro e novembro.
A turnê terá sete shows em cinco países da América do Sul. Haverá também três shows no México e duas em Las Vegas para fechar a turnê. A banda All-Starr apresenta Steve Lukather (Toto), Richard Página (Mr Mister), Gregg Rolie (Santana), Todd Rundgren, Mark Rivera e Gregg Bissonette.
No sábado, Ringo twittou uma homenagem a George Jones, que morreu sexta-feira, em seu @ ringostarrmusic. Sua mensagem dizia: "Ringo would like to say thank you to George Jones for all the great music is the love and God rest you." 
Em 12 de junho, o Museu  do Grammy vai lançar "Ringo: Peace & Love", a primeira grande exposição que se concentra em um baterista e o primeiro sobre Ringo.
Essas são as datas:
29 de outubro - São Paulo, Brasil, Credicard Hall 
31 de outubro - Curitiba, Brasil, Teatro Positivo
02 de novembro - Punta del Este,Uruguai,Conrad Hotel 
04 de novembro - Assunção, Paraguai, Leon Condou 
06 de novembro - Cordoba, Argentina, Orfeo 
08 de novembro - Buenos Aires, Argentina, Luna Park 
11 de novembro - Lima, Peru, Jockey Club 
13 de novembro - Cidade do México, México, Auditório Nacional 
16 de novembro  - Guadalajara, México, Auditorio Telmex 
18 de novembro - Monterrey, México, Auditorio Banamex 
22 de novembro - Las Vegas, The Palms 
23 de novembro - Las Vegas, The Palms

Ringo informou que mais datas serão adicionadas em breve...vamos aguardar!

fonte:  http://www.usatoday.com/story/life/music/2013/04/29/ringo-starr-las-vegas/2120793/ ou  http://www.ringostarr.com/index/home/

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Paul McCartney volta ao Brasil com uma entrevista


Os fãs já estão em contagem regressiva. E o Brasil pode até querer estender um tapete vermelho pra ele.  Mas o eterno Beatle Paul McCartney, quase um brasileiro honorário, tem planos muito mais modestos pra aproveitar sua próxima turnê por aqui.
Não se assuste se nas próximas semanas você vir Paul McCartney em uma bicicleta pelo Brasil. Ele já fez isso no Brasil e quer fazer de novo.
O cantor diz que gosta de ir a lugares em que nunca viram um show dele. “É bom ver gente nova. A gente então pega umas bicicletas e consegue conhecer um pouco desse lugar.”, conta Paul. 
Repórter: Mas as pessoas não te reconhecem? 
Paul McCartney: É por isso que a gente sai de bicicleta. É fácil dizer “Oooi...e tchau”!
Paul trocou o submarino amarelo por um meio de transporte menos psicodélico. Mas diz que nunca vai deixar de ser um Beatle.
Paul McCartney: A lenda é maior do que eu. As pessoas pensam: Um Beatle! E ficam um pouco nervosas. Até eu fico nervoso! Mas passa logo. Como você está agora? 
Repórter: Nervoso. 
Paul McCartney: Mas está melhorando? 
Repórter: Acho que está... 
Até o Mark Ronson, produtor do mais recente álbum de Paul, ainda inédito, diz que ficou nervoso. E olha que ele já trabalhou com figuras como Amy Winehouse, Lily Allen e Robbie Williams.
Mark Ronson conheceu Paul McCartney na festa de casamento do Beatle com Nancy Shevell, em 2011. Mark foi o DJ da festa.
Paul McCartney: Antes eram meus netos que estavam discotecando. Eles são bons. Mas quando o Mark chegou o nível subiu. Ele tocou das nove da noite até as três da manhã e foi ótimo! E foi aí que surgiu a parceria.
O próximo álbum de Paul ainda está sendo finalizado.
O Fantástico pergunta se nos próximos shows, ele vai apresentar alguma das novas faixas.
Paul McCartney: Não sei se isso está sendo um problema! Tem gente que diz: Toca! outros, não toca! Deixa ser uma surpresa! Porque com a quantidade de celulares com câmera nos shows hoje, a música vai logo se espalhar. Mas talvez...
Paul diz que, na nova turnê, vai continuar tocando muitas músicas dos Beatles e também muitas de sua carreira solo.
Paul McCartney: Eu não posso fazer um show e não tocar “Let it be”, ou “Hey Jude”. Todo mundo está esperando que eu toque e funciona. 
Repórter: Mas tem alguma música que você não aguenta mais tocar? 
Paul McCartney: Não, porque a gente simplesmente não toca o que eu não aguento mais.
Tem uma tradição que Paul promete seguir. Ele vai falar português. 
Repórter: Como você aprende? 
Paul McCartney: Eu tenho uma aula. É a última coisa que a gente faz antes de subir no palco. Passamos o som, eu me arrumo, a tradutora entra e eu pergunto: Como se diz: é ótimo estar aqui em... Florianópolis? ou... como as pessoas dizem isso no Rio? Eu anoto, treino e deixo como cola no chão durante o show.
Os brasileiros também sabem surpreender Paul. Como no show de 2010 em que o público cobriu o estádio do Morumbi, em São Paulo, com balões brancos enquanto ele tocava "Give peace a chance".
E também quando o público criou placas para serem levantadas durante a música "Hey Jude".
Paul McCartney: Todo mundo estava segurando o “Na, na, na, na”. Foi muito bom por que me ajudou a lembrar a letra.
Ao ser perguntado se ele tem a mesma energia que mostra no palco em “outros exercícios", ele diz: “Eu sei do que você está falando. É a mesma coisa. Mas é melhor estar no palco. Quando eu estou malhando ninguém diz que eu sou bom nisso. Seria legal.
O cantor não esconde a paixão pela atual mulher, Nancy. Mesmo depois de ter perdido milhões ao se divorciar da ex, Heather Mills, ele não desistiu do amor. E continua sendo o músico mais rico do Reino Unido.
A música que ele diz mais gostar de tocar hoje em dia é “My Valentine”, que ele escreveu pra Nancy.
No vídeo clipe, a atriz Natalie Portman interpreta a letra da música.
Aos 70 anos, Paul McCartney ainda consegue se apaixonar. Sorte nossa.
O artista volta ao Brasil pelo terceiro ano consecutivo cantando com a mesma verdade de quando era um garoto de Liverpool.

Colaboração:Beatle Ed

domingo, 28 de abril de 2013

Os ingressos para o show em Ottawa se esgotaram em 10 minutos

OTTAWA - É provavelmente o programa mais vendido na história do Scotiabank Place,os ingressos para um concerto de julho se esgotaram em menos de 10 minutos na sexta-feira. 
Dia 07 de julho será a primeira aparição de um membro dos Beatles na história em Ottawa. Fãs ansiosos compraram ingressos em tempo recorde quando foi colocado à venda sexta-feira às 10:00 e bateram o recorde da Madonna. Os ingressos para o show de Madonna em setembro de 2012 foram vendidos em 21 minutos, e no momento em que a promotora de concertos Live Nation disse que foi o show mais vendido na história do Scotiabank.
Houve, quase que imediatamente cerca de 330 ingressos à venda ao revendedor StubHub variam de preço de 250 dólares dos EUA para dois assentos na seção 310 a $ 9,999 dos EUA para dois na primeira linha no chão.

fonte: http://www.ottawacitizen.com/entertainment/Tickets+Paul+McCartney+show+Scotiabank+sell+record+time/8305639/story.html ou  http://www.ottawasun.com/2013/04/26/mrs-rigby-gets-her-paul-mccartney-ottawa-concert-tickets

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Paul McCartney confirmou o show em Quebec no Canadá


Quase cinco anos no mesmo dia de seu primeiro histórico concerto na cidade de Quebec,Paul está de volta. Ele vai estar tocar em Plains of Abraham em 23 de julho. Tocado pela recepção que ele teve em 2008, no que foi "uma noite inesquecível" para todos aqueles que tiveram a oportunidade de estar lá, Paul rapidamente pensou em sua nova produção, "Out There" em Quebec.
"Podemos dizer que Paul McCartney ficou emocionado ao aceitar nosso convite.Com tantas pesquisas que mostram que o seu concerto de 2008 foi o ponto alto das comemorações dos 400 anos de Quebec, qual a melhor maneira de marcar é o quinto aniversário?" disse Daniel Gélinas, Gerente Geral da 3E que é colocar esse novo show. 
Uma venda de bilhetes antecipadamente reservada para aqueles que têm passes para o festival e ingressos para o Front-Stage Zone para o 46th Festival d’été de Quebec que terá lugar de 4 a 10 de maio.Todos os detentores de ingressos receberão um código de acesso de bilheteria por e-mail ou por telefone, na quarta-feira 01 de maio, para que eles possam comprar suas pulseiras para este show. 
Venda de ingressos regulares começam no dia seguinte, 11 de maio, e continua enquanto as pulseiras durarem nos estoques.
Vendas de Pulseiras: 
Por telefone: Quebec City e internacionais (fora da América do Norte): 418 380-8290 / Toll-free (Canadá e EUA): Verifique listas locais 
Para mais detalhes, acesse www.3e-evenement.com/outthere

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Os Beatles filmando "I Should Have Known Better" em Manchester

Claro que eles são uma das bandas mais documentadas de todos os tempos, mas de vez em quando nós começamos a vê-los sob uma nova luz.O documentarista Leslie Woodhead descobriu essas fotos que ele tirou do Fab Four em 1964, quando eles estavam gravando em Manchester. Ele conta a história das fotografias em um trecho de seu novo livro, How the Beatles Rocked the Kremlin.
"Eu tinha apenas recentemente redescoberto minhas fotografias de rock, e o show em Vladivostok seria a primeira vez que eu iria colocá-las juntos para uma exposição. Trazê-los por todo o caminho da Inglaterra, situado entre as camisas e cuecas na minha mala, me fez revisitar o tempo, quase 50 anos antes, quando eu tinha tirada as imagens. Poderia, eventualmente, ter sido há muito tempo? Eu ainda podia ver as tardes nos estúdios de TV em Manchester quando eu era um garoto com uma câmera.Os Beatles, os Stones, Little Richard e Jerry Lee Lewis vieram para gravar programas nos estúdios onde eu era diretor estagiário, encontrando meus pés nas rotinas dos programas de revista noturnas. À medida que os anos sessenta começou a decolar, um desfile extraordinário de pessoas que logo se tornariam as realezas do rock passaram pelo estúdio para ligar os seus mais recentes discos.Os Beach Boys, Simon and Garfunkel, The Kinks, The Hollies, e inúmeros outros vieram e foram, a maioria deles sem causar muita agitação. Os Rolling Stones ficaram aborrecidos com um produtor, que declarou que seu cabelo era inaceitavelmente longo para um programa de família e tentou expulsá-los."
"Após essa primeira filmagem com os Beatles em agosto de 1962, eu tinha renovado o conhecimento quando chegaram a realizar o "Please Please Me" em janeiro de 1963. Durante o ano seguinte, voltaram regularmente ao estúdio em Manchester, e quando eles vieram para tocar "I Should Have Known Better" em outubro de 1964, peguei um único rolo de filme, troquei algumas palavras com os meninos, e fiquei em torno do estúdio tirando uma dúzia de fotos enquanto ensaiavam a música. Eu terminei o rolo de filme, e depois voltaram a trabalhar em outro estúdio em um programa sobre a história do ciclismo. Ao longo dos próximos meses, eu olhei na de outras pessoas do rock com minha câmera e deu mais alguns rolos de filme. E então, inexplicavelmente, eu perdi minhas fotos de rock." 
"E então, não há muito tempo, eu lhes tinha encontrado.Abri a gaveta e lá estavam as fotos,em um envelope comum. Olhei para as imagens sombrias preservadas em negativos, John Lennon, Paul McCartney, Mick Jagger, Little Richard, Jerry Lee Lewis. Eles haviam dormido na minha gaveta ao longo das décadas, como faraós cochilando em seus túmulos.Eu estava em êxtase.Eu estava caçando um homem que poderia imprimir os negativos, um raro artesão de uma época onde as câmeras digitais fizeram negativos em preto-e-branco tão irrelevante como máquinas de escrever e papel carbono. Em um porão de Londres, eu assisti como Peter Guest que imprime a vida persuadida de Linda McCartney que volta para meus velhos negativos. O Fab Four nadou até sair do banho em desenvolvimento, os jovens novamente à beira de tudo."

Comentário:
Os Beatles estiveram no estúdio da TV Granada em Manchester no dia 14 de outubro de 1964 para filmarem para o programa "Scene at 6:30" a música "I Should Have Known Better" que iria ao ar no dia 16 de outubro.
As cenas do video acima são do rolo B que contém cenas dos ensaios gravadas da sala de controle.

fonte: http://www.thedailybeast.com/articles/2013/04/24/never-before-seen-beatles-photos-from-19640.html (ATUALIZADO-mais fotos-more photos)

quarta-feira, 24 de abril de 2013

TV Anhanguera apresenta Paul McCartney em Goiânia

(Foto: Roberta Rêgo / G1)
Em comemoração aos seus 50 anos a TV Anhanguera tem o prazer de apresentar o ex-Beatle Paul McCartney que virá ao Brasil com a nova turnê 'Out There!' e se apresenta pela primeira vez em solo goiano. A capital do Estado de Goiás será a segunda de três cidades que receberão o show no país. A primeira será Belo Horizonte e a terceira, Fortaleza.
O ex-Beatle se apresenta no dia 6 de maio, a partir das 21h, no Estádio Serra Dourada.
O facebook informa que será exibido o show de Paul em Goías.

fonte:http://redeglobo.globo.com/tvanhanguera/noticia/2013/04/tv-anhanguera-apresenta-paul-mccartney-em-goiania.html

Livro de Linda McCartney está à venda como livro digital no iTunes

Novo livro digital Linda McCartney - Life in Photographs traz o mundo de Linda exclusivamente à iBookstore no iPad a partir de quinta-feira 25 de abril
De seus primeiros retratos do rock'n'roll e anos finais com os Beatles com ela em turnê com Wings e cuidando de quatro crianças com Paul, Linda McCartney capturou todo o seu mundo no filme. 
Sua fotos vão desde de fotos de família espontâneas para sessões com Janis Joplin e Michael Jackson, assim como artistas Willem de Kooning e Gilbert e George.Sempre modesta,seu trabalho mostra um carinho e sentimento para o momento exato em que capta a essência de qualquer assunto. 
Queria fotografar seus filhos, celebridades, animais, ou um momento fugaz da vida cotidiana, McCartney fez sem pretensão ou artifício.
Feito exclusivamente por TASCHEN para iBooks, Linda McCartney - Life in Photographs contém: 
Mais de 170 fotografias selecionadas a partir do arquivo de mais de 200 mil imagens de Linda - a maioria dos quais os usuários podem ampliar. 
Prefácio de Paul, Stella e Mary McCartney,com textos de Annie Leibovitz e Martin Harrison, e trechos de entrevistas com Linda da BBC do aclamado "Behind the Lens" de 1994. 
A entrevista em vídeo bônus com Paul McCartney e suas filhas, Stella e Mary. 
Esta coleção foi produzida em colaboração com Paul McCartney e seus filhos. Como tal, é um diário pessoal em movimento e uma prova duradoura para o talento de Linda. 
Peça o seu exemplar de Linda McCartney - Life In Photographs AQUI!
Evento da loja da Apple: 
Para comemorar a publicação de Linda McCartney - Life in Photographs na iBookstore a filha Mary McCartney estará com GQ editor Dylan Jones na loja da Apple em Regent Street, em Londres na quinta-feira 25 de abril a partir de 06:00 da noite. Detalhes do mesmo pode ser encontrado aqui!

fonte: http://www.paulmccartney.com/news-blogs/news/27519-linda-mccartney-life-in-photographs-on-ibookstore-plus-apple-store-event

Ingressos para o show em Brooklyn se esgotaram rapidamente

Todos os ingressos para o show de Paul McCartney dia 8 de Junho no Barclays Center no Brooklyn em Nova York esgotaram instantaneamente.Será a sua primeira aparição em Nova York desde do histórico show 12-12-12 do ano passado.
Shows com os ingressos esgotados,por enquanto são:
-dia 04 de maio em Belo Horizonte
-dias 18 e 19 de maio na Florida
-dias 22 e 23 de maio no Texas
-dia 29 de maio em Tulsa
-dias 08 e 10 de junho no Brooklyn
-dia 09 de julho em Boston
-dia 12 de julho em Washington
-dia 14 de julho em Indianapolis
-dia 16 de julho em Milwaukee
-dia 19 de julho em Seattle

fonte: http://music.broadwayworld.com/article/Paul-McCartney-Sells-Out-Brooklyn-Tour-Stops-Adds-Canada-Show-20130423

terça-feira, 23 de abril de 2013

Paul McCartney anunciou uma turnê pelo Canadá


Como era esperado hoje,Paul McCartney anunciou uma turnê pelo Canadá,confirmando 3 datas:
-7 de julho: Ottawa ONT - Scotiabank Place
-12 de agosto: Winnipeg MB - Investors Group Field
-14 de agosto: Regina SK - Mosaic Stadium at Taylor Field
Paul McCartney confirmou que sua turnê "Out There" irá inclui uma visita ao Canadá para três novos shows - duas em cada três cidades Paul nunca tocou: Em 7 de julho, Paul vai tocar pela primeira vez show em Ottawa, no Scotiabank Place. Em 12 de agosto, Paul voltará para Winnipeg, pela primeira vez desde a sua New World Tour em 1993, por uma noite apenas no Investors Group Field. Finalmente, em 14 de agosto,Paul fará sua estréia em Regina,fará o seu primeiro show em Queen City no Mosaic Stadium at Taylor Field.
Os ingressos para Ottawa estarão à venda sexta-feira 26 de abril às 10h (horário local) através Capitol Tix. Winnipeg e Regina estarão à venda segunda-feira 29 de abril às 10h (horário local) através da Ticketmaster.
Outros anúncios e datas serão adicionadas nas próximas semanas. Fique atento ao PaulMcCartney.com para notícias e atualizações oficiais.

fonte: http://www.paulmccartney.com/news-blogs/news/27515-winnipeg-date-added-to-out-there-tour

Paul McCartney: 10 anos atrás seu germes eram vendidos no eBay

10 anos atrás, um fã bem empreendedor de Paul McCartney decidiu fazer o melhor de uma situação ruim, oferecendo no eBay uma preciosa raridade: Alguns germes do ex-beatle.
O londrino Ian Mears postou o leilão, afirmando ter passado um tempo com Paul e contraído sua gripe, um pouco antes de o músico ter que cancelar uma viagem de 10 dias devido sua doença.
“Eu acredito que esta é a mesma gripe e seu mesmo vírus.” Contou Mears ao Daily Star. “Eu não tinha nem um resfriado no sábado, e então no domingo eu passei quase a tarde inteira com Paul. Na terça feira eu também já estava gripado.”
Houve aqueles que estavam dispostos a dar uma grande quantia pelo muco infectado de McCartney. Um punhado de lances foi dado antes de o item ser removido do eBay.
Como, você deve se perguntar, Mears pretendia passar estes germes quando a venda estivesse completa? Da maneira mais clássica possível, claro: “O comprador iria receber um saco selado com minha tosse dentro”, disse Mears. “Ou se ele preferisse, eu poderia entregar um contêiner plástico cheio de muco”.

Comentário:
Atchimmmmmmmmmmm!

fonte: http://whiplash.net/materias/curiosidades/178052-paulmccartney.html ou http://ultimateclassicrock.com/fan-sells-paul-mccartney-germs/ ou  http://noticias.terra.com.br/popular/noticias/0,,OI101323-EI1141,00.html (noticia original da época)

Cantor de folk Richie Havens morre aos 72 anos

O músico Richie Havens, que cantou para um enorme público no festival Woodstock, morreu aos 72 anos nesta segunda-feira (22). A família divulgou um comunicado confirmando a morte de Havens, que foi causada por um ataque do coração.
Richie Havens, cantor e guitarrista de folk, se apresentou no ano de 1969 no Woodstock. Ele voltou ao mesmo local em 2009 durante o aniversário de 40 anos do evento.
Nascido no Brooklyn, ele era conhecido pela maneira na qual tocava violão e por sua interpretação de canções alheias. Em 2009, Havens disse em uma entrevista a agência de notícia Associated Press, sobre o Woodstock: "Tudo na minha vida, e na de muitos outros, está ligada ao festival".
 (George e Richie)
Em sua trajetória, Havens lançou vários discos, como "Mixed bag" (1967), "Something else again" (1968), "Richard P. Havens, 1983" (1969)  e "Stonehenge" (1970). Seu último trabalho é "Nobody left to crown", de 2008.
Richie Havens fez várias covers dos Beatles em sua carreira..

fontes: http://g1.globo.com/musica/noticia/2013/04/cantor-de-folk-richie-havens-morre-aos-72-anos.html ou http://edition.cnn.com/2013/04/22/showbiz/richie-havens-obituary/index.html