sábado, 17 de janeiro de 2015

John Lennon se liberta no primeiro álbum solo

Depois de três experiências sonoras com Yoko Ono em 1969 e o LP do 'Live Peace' gravado no palco em Toronto, as atenções de John Lennon se voltaram para o disco que seria visto como seu primeiro álbum solo oficial. Tornou-se uma das declarações mais fortes e intensos de toda a sua carreira. "John Lennon / Plastic Ono Band 'fez sua estréia na parada britânica há 44 anos, em 16 de janeiro de 1971. 
O álbum foi gravado no último trimestre de 1970, em ambos estúdios Abbey Road e Ascot Sound, o estúdio que John e Yoko havia construído em sua propriedade Tittenhurst Park. Após esses primeiros álbuns, lançados enquanto os Beatles ainda estavam juntos, e os singles de sucesso "Give Peace A Chance" e "Cold Turkey" que tinha visto Lennon movendo longe das estruturas pop tradicionais de discos do grupo, ele estava em estado de espírito surpreendentemente confessional aqui. 
"Mother", por exemplo, continha a observação escaldante "Mãe, você me teve, mas eu nunca tive você", e "God" incluiu uma letra que realmente desenhou uma linha sob sua ligação com seu antigo grupo (e quebrou o coração de muitos devotos no processo), "Eu não acredito em Beatles." Dito isso, houve várias conexões com a banda que ele emergiu no making of do álbum. Ringo Starr e o amigo Klaus Voorman foram os músicos chaves, e Billy Preston e Phil Spector tocaram piano em uma faixa cada uma.
Este não foi um álbum de singles de sucesso, mas não é menos contido como outras canções que se tornaram assinaturas de Lennon, incluindo a bela frágil 'Love', (a faixa em que Spector tocou piano) e "Working Class Hero", outra acusação do sistema de classes em que Lennon destemidamente usou a palavra, quase inédito na música mainstream na época. 
O disco alcançou o nº 8 no Reino Unido e nº 6 nos Estados Unidos, depois de críticos elogiarem a sua honestidade, por vezes, dolorosa. "John Lennon / Plastic Ono Band 'continuou a se sair bem nos anos posteriores. Em 1987, ele foi nomeado pela revista Rolling Stone como o quarto melhor álbum dos últimos 20 anos, e no top 500 em 2003 ficou em nº 22.

fonte: Udiscover

Nenhum comentário:

Postar um comentário