quarta-feira, 15 de junho de 2016

Henry McCullough, ex-guitarrista de Paul McCartney, morre aos 72 anos

Guitarrista parceiro de Paul McCartney e integrante de sua banda na década de 1970, a Wings, Henry McCullough morreu nesta terça (14/6) aos 72 anos, em sua terra natal, a Irlanda do Norte. Após um infarto sofrido em 2012, ele passou a conviver com constantes problemas de saúde. O falecimento foi confirmado por sua esposa, Josie.
McCullough viveu seu auge no começo dos anos 1970, quando integrou a banda Wings, do Beatle Paul McCartney. “My Love” e “Live and Let Die”, hits absolutos do roqueiro, carregam solos de guitarra assinados pelo músico. O irlandês trabalhou dois anos com McCartney e saiu do grupo antes das gravações do disco “Band On The Run” (1973).
Antes de se aproximar de McCartney, McCullough participou de turnês com Pink Floyd, Soft Machine, Joe Cocker and Grease Band e a banda de Jimi Hendrix. Ao lado do grupo de Cocker, participou do mítico festival Woodstock, em 1969.
Em 1973, ele fez uma icônica aparição no disco “Dark Side of the Moon”, do Pink Floyd. Na música “Money”, McCullough murmura a frase: “eu não sei, eu estava muito bêbado na hora”.
McCartney prestou homenagem ao amigo nas redes sociais, postando uma foto da época dos Wings. Em nota publicada em seu site oficial, o Beatle elogiou o talento e o “adorável senso de humor” do guitarrista. “O solo que ele tocou em ‘My Love’ foi um clássico que ele criou na hora, diante de uma orquestra ao vivo”, completa o texto.

4 comentários:

  1. mas ele abandonou o Wings na vespera da viagem a Nigeria, onde iam gravar o Band on the run. Ele e o baterista Denny Seiwell . Paul ficou puto com os 2, esta bem claro no livro Man on the run anos 70

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade
      e o Band On The Run não foi gravado no Brasil nos estúdios da EMI por muito pouco

      Excluir
  2. Mas o genio Paul McCartney e seu fiel escudeiro Deny Lane e a Linda acabaram gravando o melhor disco de toda a carreira do Paul. Wings reduzido a 3 de uma hora pra outra. alem de roubarem as fitas demo la na Nigeria.Nada disso atrapalhou o grande Paul McCartney.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a saída deles fez Paul ficar mais focado no álbum...

      Excluir