terça-feira, 7 de junho de 2016

Paul McCartney diz que era 'racista' quando era criança

Paul McCartney admitiu que era um racista não intencional quando jovem e, na época, usar expressões as quais ele não percebia serem ofensivas.
"Quando eu era criança, você era racista sem saber. Era apenas algo normal usar certas palavras que você não usaria hoje", afirmou o ex-Beatle em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.
McCartney nasceu em 1942 na cidade de Liverpool, quando a Inglaterra era quase inteiramente branca. Apenas final da década, o país começou a receber imigrantes da Índia e Paquistão. Neste contexto, ele diz que não lhe ocorreu que "certas palavras" não deveriam ser usadas, mas que, conforme foi crescendo, ele se deu conta do caráter ofensivo de alguns termos.

2 comentários:

  1. Não duvido das palavras de Paul. A canção "Ebony And Ivory" é um bom exemplo disto. Mas eu gostaria de ler algo de Paul sobre "No Pakistanis" (pré-"Get Back"). Se o amigo Breno souber e puder me indicar algum link sobre o assunto, eu agradeço.

    Abraço (Cláudio Sales - Jacobina-BA)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok...vou procurar...boa lembrança

      valeu Claudio

      Excluir