segunda-feira, 17 de junho de 2024

George Harrison disse que música e cinema andam juntos

George disse a Mark Rowland (de acordo com o livro George Harrison on George Harrison: Interviews and Encounters) que música e cinema andam juntos. No entanto, nem sempre foi assim.

Rowland perguntou: “Você acha que o rock and roll – talvez da sua perspectiva como produtor de cinema, ou talvez apenas como fã de filmes, teve influência nos filmes?”

George respondeu: “Sim, acho que isso vem acontecendo há anos na música e no cinema, não é? Música e cinema combinam muito bem. Se você faz um filme, você precisa de música nele e, já há muitos anos, você faz música e eles colocam um filme nele, quer você goste ou não. Acho que em alguns casos a música e o cinema são parte integrante da mesma experiência."

“Todos eles podem se complementar. Depende de como isso é feito realmente. Acho que em certas áreas algumas coisas têm sido boas. O que eu queria fazer algum dia é pegar a música primeiro e depois escrever o filme para acompanhar a música.

“Sabe, porque como músico é muito frustrante… Tem um grande amigo meu, Michael Kamen, que fez tantos filmes desde que o conheço, e o mais frustrante é que eles os fazem, gastam todos esses milhões de dólares fazendo filmes e editando-os juntos, e então eles apresentam essa edição aproximada ao músico, e eles querem a música para ontem!"

“E nessa altura já não há mais orçamento. Então, eles têm alguns dólares para fazer isso. Aí você faz, e então eles editam, e a música não cabe, e então você tem que refazer… Já existe tanta música boa, de certa forma você não precisa escrever músicas novas.”

George disse que a única opção era pegar a música já feita. “Isso é o que eu gostaria de fazer: juntar tudo e depois dizer: 'Esta peça musical é tão brilhante. O que estaria acontecendo se isso estivesse na tela?'”

source: Cheat Sheet

sábado, 15 de junho de 2024

John Lennon sentiu que sua vida com os Beatles 'se tornou uma armadilha'

Photo Penny Tweedie

No livro Skywriting by Word of Mouth, Lennon detalhou mais sobre sua experiência com os Beatles, bem como sua decisão de deixar sua primeira esposa após conhecer Yoko Ono. Isso inclui sua perspectiva sobre a separação da banda e o que levou a essa decisão.

“Minha vida com os Beatles se tornou uma armadilha”, escreveu Lennon. “Um loop de fita. Eu já havia feito pequenas excursões por conta própria, escrevendo livros e ajudando a convertê-los em peças para o Teatro Nacional. Eu até fiz um filme sem os outros (um péssimo filme, dirigido por aquele homem maluco em busca de poder, Dick Lester). 

“Mas eu fiz o filme mais em reação ao fato de os Beatles terem decidido parar de fazer turnês do que com a verdadeira independência em mente”, continuou ele. “Embora, mesmo então, meu olho já estivesse na liberdade.”

“Basicamente, entrei em pânico com a ideia de não ter 'nada para fazer', Lennon continuou em sua escrita. “O que é a vida, sem turnê? Vida, é isso.”

Lennon também escreveu o conto Skywriting by Word of Mouth, agora disponível para compra na maioria das grandes livrarias e no site oficial de John Lennon

source: Cheat Sheet

quinta-feira, 13 de junho de 2024

Cynthia começou a chorar quando George Harrison apareceu em seu quarto de hospital

A futura esposa de Lennon, Cynthia Powell, começou a chorar quando George Harrison apareceu em seu quarto de hospital depois que ela teve seu apêndice removido.

George admitiu que ficou “muito impressionado” com Lennon. Como seu colega de banda não retribuiu o sentimento, Harrison teve que trabalhar duro para chamar sua atenção. Ele chegava à casa de Lennon sem avisar, o que Lennon não gostava. 

“Ele apareceu uma vez e me pediu para ir ao cinema com ele, mas eu fingi que estava ocupado”, disse Lennon. “Eu não gostei dele à primeira vista.”

Ele era tão dedicado que se convidou para os encontros de Lennon com sua futura esposa, Cynthia. Mas ele não parou por aí. Quando Cynthia Lennon foi ao hospital para remover o apêndice, George também foi junto.

Cynthia relembrou a visita em seu livro de memórias, A Twist of Lennon . Ela descreveu seu desejo de ver John quando amigos e parentes pudessem visitar pacientes no hospital.

"Fiquei emocionada. Eu seria capaz de contar muito a [John]. Poderíamos passar uma hora inteira juntos. Mas não, adivinha quem estava com ele enquanto ele caminhava com o rosto vermelho até minha cama? Ninguém menos que George em toda a sua glória. Eles eram uma visão incrível, mas não para meus olhos doloridos. Foi quando eu realmente comecei a chorar. Jamais esquecerei a expressão no rosto de George. Pobre George. Ele só veio fazer companhia a John, a pedido de John. Ele chegou com um largo sorriso espalhado pelo rosto e minha resposta foi parar de chorar."

Segundo Cynthia, a reação dela não passou despercebida por John. Ele conduziu George para fora do quarto do hospital e permaneceu com Cynthia desacompanhado de seu colega de banda.

source : Cheat Sheet

Caça ao tesouro em Liverpool em julho de John Lennon

Em 6 de julho de 2024, a Universal Music Group e o The John Lennon Estate têm o prazer de convidar os fãs a Liverpool para uma caça ao tesouro especial em comemoração ao próximo lançamento de John Lennon Mind Games (The Ultimate Collection) .

A Liverpool de John Lennon é um evento familiar que oferecerá uma experiência única na cidade natal de John, com início às 9h no Liverpool Town Hall (High Street, Liverpool L2 3SW).

John Lennon, amplamente considerado um dos maiores compositores de sua geração. Como fundador e líder dos Beatles e artista solo, Lennon acumulou sete prêmios GRAMMY, incluindo dois Lifetime Achievement Awards, cinco BRIT Awards com dois de Outstanding Contribution to Music, 21 prêmios da NME Awards, 15 prêmios da Ivor Novellos e um Oscar.

Em 2008, a Rolling Stone o classificou no Top 5 da lista dos “100 Maiores Cantores de Todos os Tempos”.

A caça ao tesouro

Usando um mapa especialmente criado da  Liverpool de John Lennon pelo artista plástico Ed Fairburn, os fãs explorarão locais da cidade que têm um significado especial para Lennon. Esses locais, que serão revelados no dia, contarão com QR code ocultos.

Os participantes podem escanear esses códigos usando as câmeras de seus telefones para descobrir histórias únicas e ganhar pontos.

Como participar:

- Inscreva-se em  citizenofnutopia.com

- Comece sua jornada na Prefeitura de Liverpool.

- Siga o mapa para vários locais importantes.

- Digitalize o QR code para capturar locais e ganhar pontos.

Os participantes terão a chance de ganhar prêmios com base no número de locais que capturarem. O grande prêmio, concedido à primeira pessoa que escanear todos os códigos QR, é um  conjunto de caixas Super Deluxe Mind Games (The Ultimate Collection) no valor de £ 1.350.

John Lennon:  “Liverpool era uma cidade muito pobre e difícil. Mas as pessoas têm senso de humor porque sentem muita dor, então estão sempre contando piadas. Eles são muito espirituosos e é um lugar irlandês.

“É para onde os irlandeses vieram quando ficaram sem batatas, e é para onde os negros foram deixados ou trabalharam como escravos. E criou comunidades. É cosmopolita e é onde os marinheiros voltavam para casa com os discos de blues da América nos navios. Sempre falamos sobre o Cavern e os salões de dança de Liverpool, porque era quando estávamos realmente na moda musicalmente.”

Yoko Ono:  “O primeiro lugar para onde John me levou depois que nos reunimos – adivinhe onde – foi Liverpool! Ele tinha orgulho da cidade onde nasceu e cresceu. John tinha uma visão muito calorosa de seu passado. Ele pensava em Liverpool como um lugar incrivelmente maravilhoso. Não ouvi isso de muitos outros na época.

“Algumas pessoas que deixam a cidade onde nasceram ou cresceram dizem: 'Graças a Deus eu saí'. Mas John sempre achou que era um ótimo lugar e adorou. Na última semana de sua vida ele planejava visitar sua Inglaterra no QE2. Ele queria ir para Liverpool e mostrar a cidade de onde veio para seu filho Sean.”

Apresentado pelo Universal Music Group e pelo John Lennon Estate em associação com a Red And Grey Creative, este evento será uma celebração memorável da vida e do legado de John Lennon.

Mais informações no site oficial de John Lennon

source: The Guide Liverpool

terça-feira, 11 de junho de 2024

60 Anos da visita dos Beatles à Austrália


Há 60 anos atrás, os Beatles chegaram em Sydney no dia 11 de junho de 1964 para uma turnê pela Austrália, sendo recebido por milhares e ruas tomadas de fãs! 

George Harrison queria fazer um ‘filme de comédia boba cheio de música boba’ com a Handmade Films

George Harrison disse que queria fazer um “filme de comédia boba cheio de música boba” com sua produtora, HandMade Films.

Em 1988, George disse ao Film Comment que entrou no ramo cinematográfico e fundou a HandMade Films “puramente por acidente”.

“Uma empresa inglesa desistiu do filme de Monty Python,  Life of Brian,  em pré-produção”, explicou George. “E os caras, amigos meus, me perguntaram se eu poderia pensar em uma maneira de ajudá-los a fazer o filme.

“Perguntei a Denis O'Brien, que era meu gerente comercial desde o final de 73. Depois de pensar por uma semana, ele voltou e sugeriu que o produzíssemos. Soltei uma risada porque um dos meus filmes favoritos é "Os Produtores" , e aqui estávamos nós, prestes a nos tornarmos Bialystock e Bloom."

“Nenhum de nós tinha pensado anteriormente em entrar no ramo do cinema, embora Denis tenha experimentado isso gerenciando Peter Sellers e negociando alguns dos filmes posteriores da Pantera Cor de Rosa. Foi um pouco arriscado, eu acho, sair totalmente dos limites para mim, mas como um grande fã de Monty Python, meu principal motivo era ver o filme ser feito.”

Então O'Brien “pegou um bug” e eles decidiram manter a produtora depois de Life of Brian .

Na maior parte, George não combinou música e filme na HandMade Films. Ele escreveu músicas para filmes como “ Shanghai Surprise ”, “Water” e “Time Bandits”, mas foi isso.

No entanto, ele sonhava em combinar seus talentos e fazer um “filme de comédia boba cheio de músicas bobas”.

“Algum dia, eu gostaria de fazer uma comédia boba de verdade, cheia de músicas bobas”, disse George. “Eu realmente não imagino minhas chances de ser roteirista ou ator, mas tenho muitas ideias bobas na cabeça. Se pudermos ganhar dinheiro suficiente para que não importe se eu gastar alguns milhões com minhas próprias ideias, gostaria de seguir algumas delas. Talvez como minha última aventura, eu tenha esse fracasso enorme, mas muito barato, com todos os meus amigos nele.”

source: Cheat Sheet

Paul McCartney anuncia turnê 2024 pela América do Sul

Paul McCartney anunciou hoje em seus site oficial, uma nova turnê pela América do Sul. Quase um ano depois, Paul volta para a fazer shows pela América do Sul, desta vez em Uruguai, Argentina, Chile Peru,por enquanto pois novas datas serão adicionadas em breve, como possivelmente o Brasil.

Datas:

- 01 de outubro Estádio Centenário em Montevidèu, Uruguai

- 05 de outubro Estádio River Plate em Buenos Aires, Argentina

- 11 de outubro Estádio Monumental, em Santiago, Chile

- 23 de outubro Estádio Mário Kempes em Córdoba, Argentina

- 27 de outubro Estádio Naciona em Lima, Peru

Uruguai

Peru

Chile

Argentina

Mais informações abaixo

segunda-feira, 10 de junho de 2024

Ringo Starr fechou a primeira parte da turnê em Austin


Ringo Starr fechou ontem à noite, a primeira parte da turnê americana 2024 em Austin no The Moody Theatre, no Texas.


Ele vai descansar e volta aparecer dia 07 de julho em seu evento de aniversário em Los Angeles e volta a fazer shows em setembro! Nos vemos em SETEMBRO!

domingo, 9 de junho de 2024

Ringo Starr se apresentou em Hidalgo, no Texas


Ringo Starr se apresentou ontem dia 08 de junho, no Payne Arena em Hidalgo, no Texas.

 

A segunda noite de Ringo Starr na Cidade do México


 Ringo Starr fez o segundo show no Auditório Nacional na Cidade do México dia 06 de junho de 2024 e o show completo apareceu!

As habilidades de bateria de Ringo Starr são ainda mais impressionantes por causa de um fato sobre ele

Foto Hulton Archive/Getty Images

Ringo era um dos únicos bateristas em quem George Harrison confiava para contribuir com seus álbuns solo. E é difícil ouvir músicas dos Beatles como “Come Together” ou “Tomorrow Never Knows” e não se surpreender com a bateria de Ringo. Em ambos os casos, as batidas tornam as músicas instantaneamente reconhecíveis.

Phil Collins, também conhecido por suas habilidades de ponta na bateria, elogiou a bateria de Ringo . Collins, que foi figurante no filme A Hard Day's Night.

Esse elogio às habilidades de Ringo na bateria ofusca um fato que torna sua cronometragem ainda mais impressionante.

Os instrumentos de corda vêm em versões para destros e canhotos. No entanto, um baterista pode reorganizar seu kit para se adequar à mão dominante. As habilidades de Ringo na bateria são ainda mais impressionantes quando você considera que ele é um canhoto que toca com a mão direita há décadas, como ele disse a Conan O'Brien:

“Eu nasci canhoto e minha avó achou que isso não era um bom sinal e então me tornou destro. Então escrevo com a mão direita, mas qualquer outra coisa faço com a mão esquerda; golfe e tudo mais. Então eu tenho um kit para destros, mas faço com a esquerda. Isso torna tudo estranho porque preciso de tempo para fazer um preenchimento... [o baterista de Conan] pode rolar da caixa para o tom-tom e para o chão, onde não posso fazer isso porque tenho que ficar abaixo [minha mão direita] o tempo todo. Posso ir por aqui [à minha esquerda] muito bem.”

Então, por que Ringo nunca ajustou seu kit, especialmente depois que os Beatles fizeram sucesso? Pode ter sido porque, depois de anos tocando bateria com uma configuração correta, ele se tornou proficiente na liderança com a mão esquerda, apesar dos desafios. A execução invertida também ajudou a dar-lhe um som característico. 

“Ele liderava com a mão esquerda, o que a maioria dos bateristas destros, quando você anda na bateria, você lidera com a mão direita”, disse o baterista do Red Hot Chili Peppers, Chad Smith, durante um vídeo promocional para o Rock & Roll Hall of Fame (via via YouTube ). “E há um som diferente, uma sensação diferente.”

source: Cheat Sheet

sábado, 8 de junho de 2024

O álbum Back to the Egg de Paul McCartney e Wings completa 45 anos

Back to the Egg é o sétimo e último álbum de estúdio da banda Wings, lançado em 07 de junho de 1979 pela Columbia Records nos Estados Unidos, e pela Parlophone no Reino Unido.Co-produzido por Chris Thomas, o álbum reflete abraçando as tendências musicais contemporâneas como new wave e punk com Paul McCartney, e marcou a chegada de novos membros como Laurence Juber e Steve Holly. O álbum adota um tema conceitual solto em torno da idéia de uma banda de trabalho, e sua criação que coincidiu com um período de considerável atividade para o grupo, que incluía fazer um retorno à turnê e trabalhar em vários projetos de televisão e cinema.
A gravação para o álbum começou em junho de 1978 e durou quase um ano. As sessões tiveram lugar no Spirit of Ranachan Studios, na Escócia, Lympne Castle em Kent, Abbey Road Studios, em Londres, e Replica Studio - o último dos quais que McCartney construiu como uma réplica exata do Abbey Road Studio Two quando este se tornou indisponível. A banda voltou a Abbey Road, em Março de 1979 para completar o álbum, antes de filmar uma série de vídeos promocionais em Lympne e em outros lugares, para o que se tornou o Back to the Egg TV special.
Back to the Egg recebeu críticas desfavoráveis ​​da maioria dos críticos, com a revista Rolling Stone ridicularizando-o.Embora o álbum ficou entre os dez primeiros em todo o mundo e foi disco de platina nos Estados Unidos, ele era visto como um fracasso comercial em relação aos álbuns anteriores, particularmente à luz das cláusulas financeiras generosas em que McCartney havia assinado com a CBS de propriedade da Columbia Records. Dos seus singles - "Old Siam, Sir", "Getting Closer" e "Arrow Through Me" - apenas "Getting Closer" fez o top 20 na Inglaterra ou na América. A canção "Rockestra Theme", gravado com um elenco de músicos convidados de bandas como The Who, Led Zeppelin e Pink Floyd, ganhou um Grammy de Melhor Performance de Rock Instrumental em 1980.
Wings visitou o Reino Unido em apoio ao álbum, mas a turnê mundial planejada terminou em janeiro de 1980, quando McCartney foi preso no Japão por posse de maconha. O grupo se desfez no início do ano seguinte. Back to the Egg foi reeditado em 1993, com faixas bônus.

Mais informações, basta clicar abaixo:


- Parte 3