sábado, 30 de novembro de 2013

A noite que John Lennon e Pau McCartney se reuniram depois da separação dos Beatles

"Valente Paul McCartney, eu presumo? ", Disse John Lennon. " Sir Jasper Lennon , eu presumo ", respondeu Paul McCartney . 
Essa foi a maneira pela qual os dois ex- Beatles se cumprimentaram um ao outro quando Paul apareceu, inesperadamente , em uma sessão de gravação de Lennon que estava acontecendo em 28 de março de 1974. No auge da sua " Lost Weekend ", Lennon estava em um estúdio de Los Angeles supervisionando a produção do álbum Pussy Cats de Harry Nilsson . Estiveram presentes alguns amigos - incluindo Stevie Wonder , o guitarrista Jesse Ed Davis , o saxofonista Bobby Keys e o próprio Nilsson .Paul estava acompanhado de sua esposa , Linda. Então namorada de Lennon , May Pang , estava lá também. 
"Não tínhamos idéia do que estava por vir ", disse Pang , referindo-se à visita de McCartney na recente biografia de Peter Ames Carlin "McCartney: A Life" De repente se virou , e Paul estava lá. " 
Assim começou o único caso em que,Lennon e McCartney se juntaram no estúdio depois da separação.Surpreendentemente, apesar de May Pang tinha feito referência ao evento anteriormente , não foi até maio de 1992, de que McCartney confirmou que a reunião no estúdio tinha ocorrido. "É muito difícil lembrar aqueles dias , porque era tudo um pouco louco e todo mundo estava ficando de fora ", McCartney revelou . " Mas sim, John estava fazendo algumas gravações em Los Angeles e eu apareci ." 
Na verdade , a noite era tarde, sessões "oficiais" do dia estavam completas e, por todas as contas , os músicos reunidos - incluindo Lennon e McCartney - foram , em diferentes graus , em estados alterados quimicamente.Desapontado , ele tinha perdido a sessão,McCartney foi para o kit de bateria , onde Ringo Starr estava sentado antes, e pegou as baquetas. " Ah , tudo bem ", disse Lennon, olhando em volta para sua guitarra . " Talvez tenhamos uma jam"
(foto da sessão)
Conforme detalhado pela biografia, Linda , em seguida, sentou-se no órgão,Steviw Wonder estava no piano elétrico, Jesse Ed Davis pegou o de seis cordas , e um músico de uma sessão ao lado amarrado em um baixo. Lennon começou com alguns vocais - que devagar de uma jam,evoluiu para uma versão divertida de " Lucille ". "Stand By Me" veio em seguida, com Lennon, McCartney, e Nilsson compartilhando vocais.May Pang recordou mais tarde que o grupo também cantou uma versão skiffle do clássico Leadbelly , " Midnight Special ". 
A sessão foi até altas horas , mas os problemas técnicos foram desenfreando, e Lennon tornou-se progressivamente irritável. 
Ainda mais tentador , embora os fãs dos Beatles nunca souberam é a jam session espontânea quase provocou uma reunião completa do Fab Four. O dia após a jam , a convite de Lennon, McCartney , Linda, e os filhos do casal foram para casa alugada em Malibu de Lennon.Reunidos em volta da piscina estavam Ringo , Keith Moon e um punhado de outros amigos.Lennon logo se juntou a eles. McCartney se sentou ao piano para a maioria da tarde, tocando músicas dos Beatles e outras. Ringo sentou-se no banco ao lado de McCartney, cantando junto e tendo um bom tempo divertido . 
Como o dia se tornou noite , Lennon e McCartney se despediram. " Vamos se ver outra vez ", disse McCartney . Lennon concordou com a cabeça . Depois,May Pang ouviu Lennon dizer a Harry Nilsson, " Não seria divertido ter os caras juntos novamente ? " Nas mentes de Nilsson e Pang , não havia dúvida de que "caras " Lennon estava se referindo. Alguns podem demitir os comentários de Lennon como devaneio lunático, mas anos mais tarde, em uma entrevista à revista EarCandy , Pang insistiu contrário.
"Ele queria escrever com Paul novamente ", disse ela . "Ele me perguntou se eu achava que era uma boa idéia. Eu disse a ele que eu pensei que era uma ótima idéia.Solo eles eram grandes , mas juntos eles eram imbatíveis . Ele pensou sobre isso e ele disse, ' Quer saber? Vamos descer e visitar Paul e Linda ." 
A visita proposta era para ter lugar no início de 1975,em Nova Orleans, onde McCartney estava trabalhando com o álbum Venus and Mars do Wings .Lennon estava de volta em Nova York na época, ainda morava com Pang . Pouco antes da viagem era para ser arranjada, Yoko Ono telefonou, insistindo que as estrelas estavam alinhadas para ele se submeter a um programa de cessação do tabagismo. A viagem a Nova Orleans foi adiada , e acabou por ser abandonada completamente. 
Após a morte de Lennon, McCartney disse a May Pang sobre a visita planejada que nunca aconteceu. 
"Eu disse a Paul, ' Por que vale a pena Eu só quero que você saiba que John realmente amava você '", disse Pang . " Ele disse , 'Oh, eu sei disso. " Então eu disse: ' Você sabe, nós estávamos indo para te ver em Nova Orleans porque queria escrever com você de novo. 'Paul olhou para mim e disse,' Oh yeah ... que teria sido ótimo . "Eu poderia dizer que ele pensou que eu estava apenas sendo gentil." 
May Pang chegou a dizer que McCartney parecia não querer nem pensar ou imaginar isso,talvez porque a idéia de uma tal oportunidade perdida era muito dolorosa.Um ano mais tarde , no entanto, na festa anual de Buddy Holly de homenagem de Paul McCartney,em Nova York, o ex-Beatle correu para May Pang quando ela estava falando com Linda McCartney . " Diga a ela ! ", Disse McCartney . "Diga- me o quê? ", Disse May Pang . " Um dos cartões postais de Derek Taylor de John caiu em nossas mãos ", disse McCartney . " John tinha escrito: ' Pensando em visitar os Macs em Nova Orleans." 
O postal foi a evidência para McCartney que Lennon queria,talvez apenas por pouco tempo, para tentar reacender a maior parceria musical do século. 
Red lights, green lights, strawberry wine
A good friend of mine follows the stars
Venus and Mars are alright tonight    – “Venus and Mars,” 1975

fonte: http://www2.gibson.com/News-Lifestyle/Features/en-us/The-Night-Lennon-and-McCartney-Reunited.aspx

O single I Want to Hold Your Hand completa 50 anos - Gravação

Os Beatles começaram a gravar " I Want to Hold Your Hand" na EMI Studios,no estúdio 2 em 17 de outubro de 1963. Esta canção , juntamente com outro lado do single, " This Boy " , foram as primeiras músicas dos Beatles a serem gravadas com a tecnologia de quatro canais.As duas músicas foram gravadas no mesmo dia , e cada uma foi necessária17 takes  para completar .Além disso, os Beatles estavam experimentando com guitarras com som de órgão , que foram usadas por compressão extrema na guitarra de John Lennon.A mixagem mono foi feito por George Martin em 21 de outubro de 1963.Já as mixagens em estéreo foram feitas em 8 de junho de 1965, para as compilações lançadas pelas afiliadas da EMI , na Austrália e na Holanda e em 7 de novembro 1966
"I Want to Hold Your Hand " foi uma das duas músicas dos Beatles (junto com "She Loves You" como " Sie liebt dich ") a serem posteriormente gravadas em alemão, intitulada " Komm , gib mir deine Hand" . Ambas as músicas foram traduzidas pelo músico Camillo Felgen , sob o pseudônimo de " Jean Nicolas ".A Odeon , o braço alemão da EMI (empresa-mãe da gravadora dos Beatles a Parlophone ) estava convencida de que o disco dos Beatles não iria vender na Alemanha a menos que fossem cantadas em alemão. Os Beatles detestavam a idéia, e quando eles foram gravar a versão em alemão em 27 de janeiro 1964 na Pathe Marconi Studios da EMI em Paris (onde os Beatles estavam realizando 18 dias de shows no Teatro Olympia) que eles escolheram para boicotar a sessão. O seu produtor musical, George Martin, tendo esperado algumas horas para que eles apareçam,ficou indignado e insistiu que eles tentassem .Dois dias depois, os Beatles gravaram " Komm , gib mir deine Hand" , uma das poucas vezes em sua carreira que eles gravaram fora de Londres. No entanto, George Martin mais tarde admitiu : " Eles estavam bem , na verdade , não era necessário gravar em alemão,eles fizeram um bom trabalho "
"Komm , gib mir deine Hand" apareceu em estéreo nos Estados Unidos no LP Something New da Capitol Records e anos mais tarde na compilação chamada The Capitol Albums Volume 1 . 
A faixa em alemã foi um grande sucesso na Alemanha na época,mas hoje, como todas as outras versões em alemão - letras em inglês das canções pop que eram populares naquele país durante os anos 50 e 60 , é geralmente considerado como uma curiosidade cultural de uma era passada na melhor das hipótese.

Amanhã...será sobre a promoção e o lançamento do single.

O Álbum Branco dos Beatles completa 45 anos - faixa While My Guitar Gently Weeps

"While My Guitar Gently Weeps" é uma canção dos Beatles composta por George Harrison, e é a sua primeira música a ser executada no álbum The Beatles ou Álbum Branco de 1968. 
Origens da Criação
De acordo com Harrison, a inspiração para a música veio da leitura do "I Ching", que segundo ele foi baseada no conceito oriental de que tudo é relativo, em oposição ao conceito ocidental de que tudo é mera coincidência.
Tendo esta idéia do relativismo na casa de seus pais, em Liverpool, durante um período de férias, Harrison começou a escrever uma música com base nas primeiras palavras que ele viu após abrir o livro aleatoriamente. Essas primeiras palavras foram "gently weeps" (suavemente chora). Então, imediatamente, começou a canção. 
Letra
A letra inspirado na frase do I Ching é basicamente conselhos de vida, sempre acompanhado da frase "Enquanto minha guitarra chora suavemente." Os fãs acreditam que exista uma pista sobre a "Lenda da morte de Paul McCartney", e que no final os gemidos de George são lamentações pelo amigo: "Oh, Paul… Paul… Paul…" 
Gravação
Segundo George Martin, produtor conhecido como o "quinto Beatle", John Lennon e Paul McCartney subestimaram a música, que depois se tornaria um clássico. Eles a gravaram no dia 16 de agosto mais de 14 passagens, algumas acústicas e nenhuma agradou George. Ele dizia que Lennon e McCartney tocaram com muito desânimo e desdém "Eles não levaram o trabalho a sério e acredito que nem se esforçaram para tocá-la direito." Mas sua forma de revolta não poderia ser mais criativa: Eric Clapton disse que Harrison falava da música e de repente disse que "ele bem que poderia participar do disco" ao que Clapton respondeu: "Os outros Beatles não iriam gostar!" e George subitamente respondeu: "Não tem nada a ver com eles, a música é minha."
Eric se encontrou rapidamente no estúdio com sua Gibson Les Paul, fazendo o solo da "guitarra que chora" e segundo Harrison: "A presença de Clapton no estúdio serviu para desanuviar as tensões entre o grupo e eles tiveram uma melhora em seu comportamento na sua presença." Ringo Starr completou: "Foram dias memoráveis, Eric era muito divertido." Porém alguns tem dúvidas de que o solo usado no disco não foi o que Clapton gravou apenas pelo fato do trabalho seguinte da banda, o Abbey Road, ter um estilo semelhante tocado por George (possivelmente por influência do amigo). Mesmo assim, Harrison disse sobre o solo: "…Então Eric tocou, e eu achei que ficou realmente bom. Ouvimos e ele disse ‘tem um problema, não está Beatle o bastante.’ Então colocamos o ADT (automatic double-track) para incrementar um pouco."
A versão acústica está no disco Anthology 3 e no retrabalho LOVE, com arranjo orquestrado por George Martin.
Curiosidades
- A canção ficou em 135º na lista das "500 maiores canções de todos os tempos" segundo a revista Rolling Stone e é considerada a 7ª melhor "guitar song" pela mesma revista.
- Em 29 de novembro de 2002, Paul McCartney, Ringo Starr, Dhani Harrison, Jeff Lynne e Eric Clapton tocaram "While My Guitar Gently Weeps" no Concerto para George em memória de Harrison, que morreu um ano antes após uma longa batalha contra o câncer.

fontes: http://en.wikipedia.org/wiki/While_My_Guitar_Gently_Weeps

Paul McCartney patrocinador de um torneio de Sumo no Japão


Numa invulgar campanha de marketing, o cantor britânico pagou para ter a capa do seu último álbum na bandeira oficial do Grande Torneio de Sumo de Kyushu.
O eterno beatle, Paul Mccartney, pagou para ter a capa do seu último álbum, "New", representada na bandeira oficial do torneio de sumo a modalidade tradicional de luta em Fukuoka, no Japão.
"Estranhamente, McCartney interessou-se pelo sumo quando se estreou no Japão como artista a solo, em 1993. Levou toda a sua equipa a uma das competições e explicou todas as regras e pontuações da modalidade", disse o seu porta-voz à revista de música NME.
Sir McCartney é a primeira figura do rock a associar-se como patrocinador do Grande Torneio de Kyushu e assistiu no domingo à final da competição desta modalidade tradicional de luta. No intervalo dos "rounds" do torneio, vários japoneses agitavam as bandeiras de bambu com a capa do álbum reproduzida.
O cantor, que chegou ao Japão no dia 9 de novembro, foi recebido por milhares de pessoas no aeroporto de Osaka, onze anos depois da sua última visita, em 2002. De acordo com o seu site oficial, a tournée "Out There!" permitiu-lhe atuar em inúmeras cidades do país como Tóquio, cujo concerto durou quase três horas para delírio dos fâs.
Os valores desta invulgar campanha de marketing para promover o álbum, lançado em outubro, não foram desvendados. "New", o 16ª disco do cantor britânico, conta com produções de Mark Ronson, Paul Epworth e George Martin, que colaborou frequentemente com os Beatles.
Embora semn a projeção internacional do cantor, Harumafuji foi o atleta vencedor do Grande Torneio de Sumo de Kyushu, naquela que é uma das maiores competições de sumo. O Japão é o único país no mundo que realiza competições profissionais da modalidade.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

12 anos sem George Harrison

O single I Want to Hold Your Hand completa 50 anos - Composição

"I Want to Hold Your Hand " é uma canção escrita por John Lennon e Paul McCartney, e gravada em outubro de 1963 , foi o primeiro disco dos Beatles que utilizou o equipamento de quatro canais.
Com encomendas antecipadas superiores a um milhão de cópias no Reino Unido , "I Want to Hold Your Hand " normalmente teria ido direto para o topo das paradas britânicas em seu dia de lançamento (29 de Novembro 1963) se não tivesse sido bloqueado pelo primeiro do grupo "She Loves You" , o single anterior no Reino Unido, que estava tendo um feitiço ressurgente na primeira posição após uma intensa cobertura mediática do grupo. Levando duas semanas para remover o seu antecessor, "I Want to Hold Your Hand " ficou no número um durante cinco semanas e permaneceu no top do Reino Unido por 21 semanas no total. Foi também o primeiro número 1 do grupo nos Estados Unidos ,entrando na Billboard Hot 100 em 18 de janeiro 1964 no número 45 e iniciando a invasão britânica .Até 1 de fevereiro que detinha o primeiro lugar - por sete semanas - antes de ser substituída por "She Loves You" , um cenário inverso do que havia ocorrido na Grã-Bretanha , e permaneceu nas paradas americanas , num total de 15 semanas."I Want to Hold Your Hand " , dos Beatles, tornou-se o single mais vendido em todo o mundo
Composição
Embora se diga que Brian Epstein havia encorajado Lennon e McCartney para escrever uma canção aos ouvintes americanos este foi negado por George Martin.McCartney tinha recentemente se mudado para 57 Wimpole Street , em Londres, onde ele estava vivendo como convidado do Dr. Richard e Margaret Asher , cuja filha , a atriz Jane Asher , tornou-se a namorada de McCartney após conhecê-lo no início do ano .Este local tornou-se brevemente um novo lugar que Lennon e McCartney iriam fazer as composições,assumindo o lugar da casa em Forthlin Road de McCartney em Liverpool.Margaret Asher ensinou o oboé na " sala de música " no porão,onde Lennon e McCartney sentaram ao piano e fizeram  a "I Want to Hold Your Hand " . Em Setembro de 1980 , Lennon disse à revista Playboy:"Nós escrevemos um monte de coisas juntos, uma a uma, olho no olho . Como em "I Want to Hold Your Hand ", eu me lembro quando nós tínhamos o acorde para a música . Estávamos na casa de Jane Asher , lá embaixo no porão tocando no piano ao mesmo tempo . E nós tivemos , 'Oh you-u-u/ got that something... " E Paul veio com este acorde [ Mi menor ] e eu disse para ele : ' É isso! ' Eu disse: ' Faça isso de novo ! " Naqueles dias , nós realmente usávamos para escrever absolutamente assim - tanto tocando no nariz um do outro "
Em 1994, McCartney concordou com a descrição de Lennon das circunstâncias que envolvem a composição de " I Wanna Hold Your Hand" , dizendo :" ' Olho no olho ' é uma boa descrição do mesmo . Isso é exatamente como era. "I Want to Hold Your Hand " foi muito co- escrita . Foi o nosso grande número , o que acabaria por lançar-nos na América"

Amanhã....será sobre a gravação...

O Álbum Branco dos Beatles completa 45 anos - faixa The Continuing Story of Bungalow Bill

"The Continuing Story of Bungalow Bill" é uma canção dos Beatles composta por John Lennon, creditada a dupla Lennon-McCartney, e lançada no álbum The Beatles ou "Álbum Branco" de 1968. 
Origens da Criação
A música é uma sátira as ações de um rapaz americano chamado Richard A. Cooke III, conhecido como Rik, que estava indo visitar sua mãe, Nancy Cooke de Herrera, no retiro de Maharishi Mahesh Yogi em Rishikesh, na mesma época da presença dos Beatles.
Nessa época, Rik, Nancy e muitos outros saíam em elefantes, munidos de espingardas para caçar tigres alegando ser uma tradição da Índia. Porém Lennon desaprovara essa atitude do tipo “primeiro mata animais, e posa pra fotos como herói, depois medita e lava a alma perante aos Deuses.”
Lennon mais tarde conta sua versão da estória na entrevista para a Playboy: “Bungalow Bill, era sobre esse rapaz em Rishikesh, que atirava nos pobres tigres, e depois voltava para se cominar com Deus. Eu combinei um personagem chamado Jungle Jim, os Bangalôs que ficavamos e Buffalo Bill e criei essa canção culminada em crítica-social à juventude e um pouco de sarcasmo também.” 
Letra
Na letra Lennon narra as aventuras de Rikely e Nancy, criando esse personagem Bungalow Bill e fazendo citações sobre as jornadas de elefantes no meio da selva para praticar a caça dos tigres. 
Gravação
A música é aberta com um solo de violão no estilo flamenco, criado por um teclado Mellotron e que fecha a música anterior, “Wild Honey Pie”, seguido por um refrão, cantado pelos Beatles, a então esposa de Ringo, Maureen, e Yoko Ono (esta última sendo a única voz feminina em gravação dos Beatles a cantar uma linha inteira).
A música foi gravada no Abbey Road Studios, em 8 de outubro de 1968 e foi completado com a inclusão de todos os overdubs nessa mesma sessão. Os Beatles também completaram a canção composta por Lennon, “I'm So Tired” durante a mesma sessão de gravação.

fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/The_Continuing_Story_of_Bungalow_Bill

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

O Álbum Branco dos Beatles completa 45 anos - faixa Wild Honey Pie

Wild Honey Pie é uma canção dos Beatles lançada no álbum The Beatles ou "Álbum Branco", de 1968. Composta por Paul McCartney e creditada à dupla Lennon-McCartney. A gravação foi realizada no dia 20 de agosto de 1968, e concluída em 13 de outubro de 1968. Dura apenas 53 segundos.
Origens da criação
Paul havia composto esta canção durante o seu retiro espiritual na Índia, e resolveu gravá-la em um momento que ele posteriormente classificou de “experimental”. A gravação base foi trabalhada com os recursos de gravação e edição em quatro canais.
McCartney fala sobre a canção: “Estávamos num período experimental, então eu disse ‘Será que posso entrar nessa também? ’” E disse também: “Eu comecei com a guitarra e fiz umas gravações sobrepostas na sala de controle e na saleta ao lado. É uma canção caseira; Eu fui construindo sobreposições e usando muito vibrato nas cordas da guitarra, puxando-as furiosamente, por isso ‘Wild Honey Pie’ (Torta de Mel Selvagem), foi uma referência a outra música que fiz pro álbum, ‘Honey Pie’.” 
Gravação
Esta música foi gravada no dia 20 de outubro no estúdio 2 de do Abbey Road Studios, enquanto seus companheiros John Lennon e Ringo Starr gravavam no estúdio 3 (George Harrison havia tirado uns dias de folga e viajado para a Grécia). Todos os instrumentos e os vocais são de Paul, que realizou tratamento acústico na voz e na guitarra, duplicando-as (Overdub) e acrecentando efeitos à voz. A música base foi gravada em apenas uma tomada.
A música propriamente dita tem a duração de cinqüenta e três segundos. Ela é seguida de um solo de violão mais parecido com um solo introdutório de origem espanhola para a música seguinte, "The Continuing Story of Bungalow Bill". Somados o solo mais a canção, a música dura 1'01"
Curiosidade
De acordo com Paul, a música deveria ter sido excluída do “Álbum Branco”, mas Pattie Boyd, esposa de George gostava muito, então decidiram deixar no disco.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Fotos inéditas dos Beatles podem valer mais de £ 40.000 em leilão

Uma galeria de mais de 150 fotografias inéditas dos Beatles estão prontas para irem a leilão. 
Acredita-se que as fotos foram tiradas em algum lugar entre o final de 1967 e início de 1968 em uma visita ao estúdio onde foram feitas animações para o filme Yellow Submarine . 
A coleção contém cerca de 150 imagens e estarão à venda na Omega Auctions em Stockport - eles devem arrecadar mais de £ 40.000. 
O Yellow Submarine foi décimo álbum e foi lançado como a trilha sonora que acompanha o filme de mesmo nome. 
George Dunning dirigiu o filme a partir de uma história original de Lee Minoff e custou apenas £ 250.000 para fazer.
John, Paul, George e Ringo escreveram e tocaram todas as músicas , mas na verdade só participaram da cena final do filme - os personagens do desenho animado foram feitas por outros atores.

Colaboração: Ricardo Pugialli

Comentário:
Vendo algumas fotos são inéditas,mas outras não são e podem achá-las com ótima qualidade no google.
Essas fotos foram feitas na TVC Studios em Londres dia 06 de novembro de 1967.De acordo com o livro Beatles Diary de Barry Miles,eles realizaram uma sessão de fotos em Londres, o que representa como publicidade antecipada para o filme Yellow Submarine nesta data

fonte:http://www.mirror.co.uk/news/uk-news/beatles-yellow-submarine-unseen-pictures-2852187 ou  http://www.huffingtonpost.co.uk/2013/11/26/unpublished-pictures-of-the-beatles_n_4346020.html?just_reloaded=1 (fotos)

Livro sobre o show dos Beatles no Shea Stadium sai sexta-feira

"The Beatles at Shea Stadium",é um novo livro com a história completa do dia 15 de agosto de 1965 , o famoso show em Nova Iorque, que estará disponível em versão impressa e ebook nesta sexta, 29 de novembro do autor Dave Schwensen disse ao Beatles Examiner . 
O livro terá cerca de 280 páginas , diz ele, e incluirá comentários,entrevistas exclusivas , fotos raras e memorabilia. Você pode baixar o primeiro capítulo AQUI!. 
"A coisa para os historiadores dos Beatles será o último capítulo sobre como foi feito o  especial de TV e da restauração ". Schwensen , também o autor de "The Beatles In Cleveland: Memories, Facts & Photos About The Notorious 1964 & 1966 Concerts", disse o arquivista Ron Furmanek "me enviou um monte de documentos e notas de produção que não tinham sido publicados antes . "
 O livro estará disponível na Amazon.com em formato impresso e também para o seu leitor de ebook Kindle , disse ele. Ele também estará disponível através da Barnes & Noble e em seu leitor Nook . 
Schwensen solicitou as memórias dos fãs que compareceram ao show para montar o livro. Ele usou uma campanha no Kickstarter em setembro para ajudar a terminar e financiá-lo .

Colaboração:Luiz Tiribás,o Lula dono da loja All The Best!

O Álbum Branco dos Beatles completa 45 anos - faixa Ob-La-Di, Ob-La-Da

"Ob-La-Di, Ob-La-Da" é uma canção dos Beatles lançada no álbum The Beatles ou Álbum Branco, de 1968. Composta por Paul McCartney porém creditada à dupla Lennon-McCartney foi lançada como single tempos depois e alcançou grande sucesso no Reino Unido, onde tornou-se primeiro lugar nas paradas de sucesso britânicas em uma regravação com o grupo The Marmelade no mesmo ano do lançamento oficial pelos Beatles. 
Origens
Havia um músico nigeriano chamado Jimmy Scott, que era muito conhecido nos bares de Londres e sempre que via Paul o cumprimentava com a frase: “Ob-La-Di, Ob-La-Da, Life goes on, bra”, Algo como “Ob-La-Di, Ob-La-Da, a vida continua, irmão”. Mais tarde Jimmy processou McCartney por ter usado a frase e como título da canção. Porém McCartney rebateu dizendo que era uma frase comum dita pela tribo Yoruba e Scott apenas proferiu as palavras que significam “Life goes on” ou “A vida continua”. Paul disse em entrevista uma vez: “Vocês acham que eu usaria uma frase sem antes pesquisar seu significado?” Obviamente Scott perdeu a causa.
A canção é uma clara homenagem ao ritmo do Reggae, (visa-se a base de baixo e guitarra), que estava emergindo na Inglaterra dos anos 60, trazido pelos imigrantes jamaicanos, (Life goes on, bra), porém também é relacionado, pela base de piano, ao ritmo sulista dos EUA. A batida da música é muito peculiar e diferente de tudo que os Beatles vinham fazendo com a escala em SI bemol e mostrava mais uma faceta de criação de Paul McCartney. 
Letra
A base da letra foi composta durante a meditação transcendental na Índia. Ele já tinha em sua cabeça o refrão citado por Jimmy Scott e após isso ele criou uma letra bobinha, porém de conteúdo muito alegre, que narra o encontro de Desmond e Molly Jones, que segue a linha de “Eleanor Rigby”, no caso de Molly Jones, já que esta é uma personagem fictícia. Já a personagem Desmond é um tributo a Desmond Dekker, lenda do reggae bastante apreciado pelos Beatles e que assim lhe prestaram homenagem. 
Gravação
Geoff Emerick disse que a “cereja no bolo” para esgotar sua paciência foi as gravações de “Ob-La-Di, Ob-La-Da”. “Aquilo era um pesadelo técnico e levou mais de dez dias para terminar. Numa ocasião, no calor das tensões, George Martin se inclinou ao microfone e sugeriu à Paul como ele deveria cantar certa parte da canção e Paul simplesmente virou para a cabine e disse ‘Então venha cantar você!’”
Ainda segundo Geoff, John Lennon dizia abertamente que “odiava a canção” e a chamava de “a baladinha de merda do Paul”. Num dos dias de gravação, Lennon saiu para espairecer e retornou algumas horas depois, totalmente dopado, dizendo em alto e bom som que nunca tinha estado daquele jeito antes. Então ele se sentou no piano e tocou a introdução dizendo que era aquilo que a música precisava, um pouco de animação. Aqueles acordes foram parar na edição final.

fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Ob-La-Di,_Ob-La-Da

terça-feira, 26 de novembro de 2013

O Álbum Branco dos Beatles completa 45 anos - faixa Glass Onion

"Glass Onion" é uma canção dos Beatles lançado no álbum The Beatles ou Álbum Branco de 1968. Escrita por John Lennon e creditada à dupla Lennon-McCartney, é a primeira música do disco que conta com Ringo Starr na bateria. 
Origens da Criação

A música possui significados ocultos através de outras canções deles tais como: "Strawberry Fields Forever", "There's a Place", "I'm Looking Through You", “I Am The Walrus”, "Within You Without You", "Lady Madonna", "The Fool on the Hill", e "Fixing a Hole".

Uma das últimas músicas com apelo psicodélico, Lennon criou pensando em todo aquele mito envolvendo a lenda da morte de Paul McCartney e as mensagens ocultas de “Sgt. Peppers”: “Eu lancei aquela de 'the Walrus(morsa) era Paul, só para confundir mais as pessoas. Poderia ter sido ‘O Fox terrier era Paul’ que teria dado no mesmo, entende? Era apenas um pouco de poesia sobre isso e eu estava ficando farto daquela coisa sobre a morte de Paul, Peppers, escutar discos ao contrário e toda essa baboseira.” Além disso, a referência “The Walrus was Paul” era tanto sobre a música “I Am The Walrus” (na capa do disco “Magical Mystery Tour”, Paul era o personagem da morsa ou “Walrus” em inglês) quanto a Lennon “dizendo algo legal sobre Paul” tentando se reaproximar do companheiro na época. Coincideintemente a frase anterior é “well here's another clue for you all” ou “bem, aqui vai mais uma pista pra vocês todos”. 
Letra  
"Looking Through a Glass Onion." pode ser traduzido como, “Olhando Pela Cebola de vidro” ou “Olhando Através do Óculos de cebola” (apelido daqueles óculos redondos usados por John).
A frase dedicada a McCartney: “Eu falei sobre a morsa e eu/Você sabe o quanto éramos próximos/Aqui vai mais uma pista pra vocês todos/A morsa era o Paul.” 
Gravação 
Gravado em 11 de setembro de 1968, com todos os integrantes.
O final um tanto quanto sombrio, na qual a música corta repentinamente dando continuidade a brincadeira de mensagens subliminares, é orquestrada por George Martin. A música dita o que iria ser um dos padrões de composição de Lennon futuramente como “Cold Turkey” e “Instant Karma”. Nos trechos das referências é possivel ouvir instrumentos usados nas versões originais, como a flauta de “The Fool on the Hill”, por exemplo.

fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Glass_Onion

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Desenho feito por John Lennon em 1964 vai a leilão

Um desenho feito pelo Beatle John Lennon - desenhado em um "momento de iluminação" - espera-se vender por milhares de libras em um leilão online no próximo mês. 
O desenho foi oficialmente avaliado entre £ 6.000 e £ 10.000, mas um especialista disse que obras artísticas anteriores de Lennon foram vendidos por £ 100.000 e que esta oferta pode 'atravessar o telhado. 
O rabisco de dupla face, que apresenta personagens surreais em tinta vermelha em ambos os lados de uma folha de papel, medindo cinco centímetros por dez, foi desenhado à mão pelo músico.
O especialista em memorabilia de música Ted Owen disse: "O que há de belo nisso é que ele está, obviamente,sentado na mesa de jantar ou saiu para jantar em algum lugar, pegou um pedaço de papel e teve uma idéia. 
"É o momento da inspiração. Isto levou-o em um gênero totalmente diferente de ser um artista ". 
A frente do papel apresenta três personagens, incluindo um fumando um cigarro. O verso tem formas de cabeça e face de formas variadas. 
As figuras semelhantes apareceram no livro de Lennon, In His Own Right, que foi produzido em 1964.
Os rabiscos serão vendidos em um quadro com uma cópia do livro e uma fotografia promocional, mostrando todos os quatro Beatles, em seu lançamento de imprensa. 
Será leiloado no Cashintheattic.com em 4 de dezembro. 
Owen disse: "O que é legal sobre isso que foi antes dele começar a comercializar sua arte.
"O que algumas pessoas não reconhecem é que John Lennon era um artista brilhante em seu próprio direito. Alguns de seus trabalhos obtém até £100.000.
Desenhos de Lennon não são os primeiros a serem leiloados. 
Um desenho rudimentar feito por Paul McCartney quando ele era um adolescente na década de 50 foi vendido por £ 3764 em março deste ano. 
Em maio de 2011 letra manuscritas de John Lennon para a música Lucy in The Sky With Diamonds, incluindo um desenho de Lennon de quatro pessoas em um quarto com janelas cobertas com cortinas, foi vendido por £ 145.644 em um leilão nos EUA.

fonte: http://www.dailymail.co.uk/news/article-2512044/Light-bulb-moment-ink-sketch-Beatle-John-Lennon-sold-online-auction.html?ITO=1490&ns_mchannel=rss&ns_campaign=1490

Ringo Starr se encontrou com a turma da foto do carro no último show da turnê


Ringo Starr e sua All Starr Band finalizou dia 23 de novembro a sua turnê 2013 em Las Vegas no The Pearl Concert Theater, no Palms Casino Resort, Ringo Starr também realizou seu primeiro lançamento público oficial de seu livro PHOTOGRAPH da Genesis Publications. 
O livro que além de uma série que acompanha impressões de arte - apresenta mais de 300 páginas, incluindo além de mais de 15 mil palavras de texto onde Ringo conta as histórias por trás de mais de 240 fotos. 
 Photo credit: Denise Truscello/Wire Image
Cada cópia do PHOTOGRAPH é uma edição limitada é, tradicionalmente, numerada, em seguida, assinada pelo autor  à mão. A edição mais simples do PHOTOGRAPH também contou com uma mostra de 12 das fotos de Ringo em uma série de gravuras emolduradas de arquivo.As cópias, livros e mais de 50 páginas ampliadas do livro estavam em exibição na sexta-feira e sábado, dentro Palms Casino Resort. 
 Photo credit: Denise Truscello/Wire Image
No sábado, Ringo fez uma parada na exposição e tirou uma foto com a famosa foto "adolescentes no carro", que estavam na mão para "reunir" com Ringo.

fontes: http://lasvegas.informermg.com/2013/11/24/ringo-starr-launches-photograph-in-las-vegas-at-palms-casino-resort/ e http://www.contactmusic.com/photo/ringo-starr-ringo-starr-book-and-print-exhibit-at-the-palms_3968558 (fotos)

O Álbum Branco dos Beatles completa 45 anos - faixa Dear Prudence


"Dear Prudence" é uma canção dos Beatles composta por John Lennon, creditada a dupla Lennon-McCartney, e lançada no álbum The Beatles ou "Álbum Branco" de 1968. A gravação teve início em 28 de agosto de 1968, e foi concluída em 13 de outubro de 1968. A gravação foi feita em apenas um take. 
Origens da criação 
John Lennon escreveu esta música em Rishikesh, na Índia, durante a viagem que os Beatles fizeram para realizar um curso de meditação transcendental com o Maharishi Mahesh Yogi, de fevereiro a abril de 1968. Além deles, várias outras personalidades artísticas estavam presentes, como Mike Love dos Beach Boys e entre eles a atriz Mia Farrow, que levara a sua irmã Prudence Farrow junto.
Prudence não participava das atividades com as outras pessoas do grupo; só queria ficar em sua cabana treinando meditação. Apesar das insistências, nada fazia com que ela saísse de seu enclausuramento. John, preocupado, tentou de qualquer maneira, alegrar Prudence cantando canções dos Beatles e fazendo suas palhaçadas. Resolveu então, fazer esta música para que ela abandonasse a sua solidão e viesse participar das outras atividades do campo ("to come out to play").
Um amigo de John e da banda, Donovan, ensinou a técnica do dedilhado no violão (que John usaria muitas vezes depois) e no final da mesma noite em que ele fez a letra, a base da melodia já estava pronta.
Atualmente Prudence Farrow e seu marido, são professores e ambos continuam praticando avançadas técnicas de meditação transcendental. 
Letra 
John escreveu a letra totalmente pensando na mensagem que queria transmitir para Prudence. Na letra ele fala para querida Prudence, para ela vir se juntar ao grupo e saudar a manhã, pois o dia está lindo tal qual ela o é. Ele também pede que ela abra os olhos para ver o sol brilhar, pois o vento está calmo e os pássaros cantarão e que ela faz parte de tudo isso. John pede para vê-la sorrir, como uma pequena criança. As nuvens farão uma cadeia de margaridas, então por que não vê-la sorrir?
Da primeira letra, ele fez alguns retoques, finalizando-a como é conhecida hoje. 
Gravação

Esta canção foi gravada no Trident Studios, em oito canais, nos dias 28 e 29 de agosto de 1968. Ela foi concluída no dia 13 de outubro, no Abbey Road Studios, com um remix para estéreo.
Ringo Starr não participou da canção, pois ele havia se aborrecido com Paul e com o clima das sessões de gravação deste álbum, tendo, por alguns dias, abandonado o trabalho com os seus companheiros. Paul McCartney, assumiu as baquetas durante o período em que Ringo esteve ausente (além desta música, ele gravou “Back in the U.S.S.R.”) Starr retornou após um pedido de desculpas pela banda com flores espalhadas pela sua bateria, um presente especial de George Harrison.
Na gravação.aparecem Mal Evans,Jackie Lomax e John McCartney,primo de Paul McCartney  fazendo palmas.

fonte:http://en.wikipedia.org/wiki/Dear_Prudence